Tiago Monteiro vai lutar pelo título no campeonato WTCR

O piloto português Tiago Monteiro prepara-se para enfrentar a 14.ª temporada na Taça do Mundo de Carros de Turismo (WTCR) e diz que vai de “lutar pelo título”.

Tiago Monteiro vai lutar pelo título no campeonato WTCR

O piloto português Tiago Monteiro prepara-se para enfrentar a 14.ª temporada na Taça do Mundo de Carros de Turismo (WTCR) e diz que vai de “lutar pelo título”.

Tiago Monteiro quer lutar pelo título na 14.ª temporada no WTCR. O campeonato, que começa este fim de semana em Nurburgring, na Alemanha, e o piloto portuense admite sentir-se “pronto a lutar pelo título, mais do que nunca”. “No ano passado evoluí bem a partir do momento em que mudámos o motor na terceira corrida. Consegui perceber o que me faltava e trabalhar nessa área. Parto com muita motivação de começar logo muito bem. Estamos numa pista atípica, em que tudo pode acontecer. Temos pouco tempo e poucas oportunidades de ultrapassagem. Depois desta corrida chegamos a Portugal e as coisas entram na normalidade”, disse o piloto.

“Acreditamos que no ano passado não foi justo”, diz Tiago Monteiro

Tiago Monteiro sabe que “o que é importante é pontuar o máximo possível nestas corridas” iniciais da temporada, pois, a partir de certa altura, será necessário “pensar no título de equipas e as coisas podem complicar-se se não estiver entre os dois primeiros da Honda”, sujeito a receber ordens de equipa a favor de outro colega. O Honda Civic do piloto português terá este ano menos 20 quilos de peso extra como fator de equilíbrio do campeonato, um valor que podia “ter sido maior”. “Mas aceitamos o que nos dão, por pouco que seja. O peso é uma das maiores penalizações neste tipo de carros. Acreditamos que no ano passado não foi justo”, disse Monteiro.

O piloto do Porto, que em 2017 sofreu um violento acidente numa sessão de testes em Barcelona, sabe que em 2020 o carro “tinha muitas fraquezas”. Por isso, o trabalho de inverno concentrou-se na “aerodinâmica, na geometria e noutras partes técnicas”. “Não vamos dominar, vamos andar na luta, mas com mais capacidade de lutar”, sintetizou Monteiro, que diz ainda não pensar “em terminar a carreira”. O francês Yann Ehrlacher (Lynk & Co) sagrou-se campeão em 2020, num ano atípico, com apenas seis rondas, em que Tiago Monteiro terminou na 15.ª posição, com 75 pontos.

Tiago Monteiro diz que “Estoril é uma boa escolha” para o WTCR

Em 2021, prevê-se um regresso condicionado à normalidade, com a substituição de dois circuitos citadinos (Marraquexe e Vila Real) por dois em autódromos (Estoril e Adria, em Itália), para um melhor controlo das entradas do público, por causa da pandemia de covid-19. Este ano, regressa ao campeonato o britânico Rob Huff, antigo campeão, bem como o espanhol Jordi Gené, que já passou pela Fórmula 1.

Tiago Monteiro admite que, “por um lado, é pena não ir a Vila Real, por todo o ambiente, pelo carinho dos fãs, [a prova] é uma experiência incrível”. O piloto português, no entanto, diz “entender” a mudança de local para a prova portuguesa, a segunda das oito previstas no calendário. “Temos de nos adaptar a estas novas regras da pandemia. É impossível controlar o público no circuito citadino. É uma boa escolha ir ao Estoril”, frisou Monteiro. Contudo, o piloto do Honda Civic tem consciência que, ao contrário do que acontecia em Vila Real, o Estoril “não é o circuito ideal” para o carro nipónico. “O nosso Honda foi sempre muito forte nos circuitos citadinos. É uma vantagem com o nosso chassis. E eu tenho tendência a uma performance muito boa nos citadinos, resulta bem. Vamos ver o que acontece com Macau”, disse Tiago Monteiro, antes de enaltecer que “o Algarve também seria uma boa escolha”.

Tiago Monteiro volta a competir pela Honda ALL-INKL.DE da Münnich Motorsport. O campeonato terá oito rondas, começando em 03 de junho, no circuito de Nurburgring, na Alemanha, e terminando em 21 de novembro, em Macau, no Circuito da Guia.

LEIA AQUI:
futebol na Sport TV, Cristiano Ronaldo, Fernando Santos
Euro2020: Portugal entre os favoritos, mas existe uma regra de ouro
A seleção portuguesa de futebol integra o lote dos principais candidatos a vencer o Euro2020, mas o selecionador nacional Fernando Santos (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS