Jorge Jesus responde a Bruno de Carvalho: «Não preciso de escrever livros para sobreviver

No regresso a Lisboa, desde que deixou o Sporting e rumou à Arábia Saudita, Jorge Jesus foi confrontado com as críticas de Bruno de Carvalho no livro Sem Filtro.

Jorge Jesus responde a Bruno de Carvalho: «Não preciso de escrever livros para sobreviver

Jorge Jesus responde a Bruno de Carvalho: «Não preciso de escrever livros para sobreviver

No regresso a Lisboa, desde que deixou o Sporting e rumou à Arábia Saudita, Jorge Jesus foi confrontado com as críticas de Bruno de Carvalho no livro Sem Filtro.

O antigo treinador do Sporting Clube de Portugal chegou este domingo à tarde a Lisboa, depois de ter rumado à Arábia Saudita para treinar o Al-Hilal, que deixou em primeiro lugar com seis pontos de avanço sobre o segundo classificado, e respondeu a Bruno de Carvalho. Jorge Jesus é visado como o maior erro da gestão de Bruno de Carvalho, no livro Sem Filtro escrito pelo comentador de Desporto da TVI Luís Aguilar, embora o tivesse desmentido… Jesus disse apenas que «se falasse» na passagem pelo Sporting «não escrevia um, escrevia 20» livros. «Mas não vou fazê-lo. Não preciso de escrever livros para sobreviver. Continuo a fazer aquilo que sei fazer, que é ser treinador de futebol.»

Jorge Jesus apontado por Bruno de Carvalho como o seu maior erro

«O Jorge [Jesus] queria saber tudo. Todos os detalhes. Quais as bancadas que iriam estar abertas, quem subiria ao relvado, quem iria estar no relvado, quem falaria primeiro, quem falaria depois, como falaria, quando falaria, onde falaria. Assim estava ele antes da sua apresentação como treinador do Sporting Clube de Portugal. Nervoso. Muito nervoso. Mas satisfeito. E obcecado em ter a certeza de que ninguém iria roubar-lhe um pingo de protagonismo. Era «eu, eu e eu», escreve Luis Aguilar no livro Sem Filtro assinado por Bruno de Carvalho.

LEIA MAIS

Acompanhe aqui em direto o Sporting-Braga [vídeos]

Impala Instagram


RELACIONADOS