Jorge Jesus leva Flamengo à final da Taça Libertadores 38 anos depois

Flamengo, de Jorge Jesus, reforçou quarta-feira o estatuto de melhor equipa brasileira do momento, ao ‘arrasar’ o Grêmio por 5-0 e conquistar, 38 anos depois, um lugar na final da Taça Libertadores em futebol, onde irá enfrentar os argentinos do River Plate.

Jorge Jesus leva Flamengo à final da Taça Libertadores 38 anos depois

Jorge Jesus leva Flamengo à final da Taça Libertadores 38 anos depois

Flamengo, de Jorge Jesus, reforçou quarta-feira o estatuto de melhor equipa brasileira do momento, ao ‘arrasar’ o Grêmio por 5-0 e conquistar, 38 anos depois, um lugar na final da Taça Libertadores em futebol, onde irá enfrentar os argentinos do River Plate.

Flamengo, de Jorge Jesus, reforçou quarta-feira o estatuto de melhor equipa brasileira do momento, ao ‘arrasar’ o Grêmio por 5-0 e conquistar, 38 anos depois, um lugar na final da Taça Libertadores em futebol. Depois do empate 1-1 em Porto Alegre, golos de Bruno Henrique (42 minutos), Gabriel Barbosa (46 e 56, o segundo de penálti), Pablo Marí (67) e Rodrigo Caio (71) garantiram aos cariocas a segunda presença numa final, depois do triunfo de 1981. Na final, marcada para 23 de novembro, em Santiago do Chile, o Flamengo vai enfrentar os argentinos do River Plate, campeões em título, que derrotaram os compatriotas do Boca Juniors na outra meia-final (2-0 em casa e 0-1 fora).

LEIA DEPOIS
Bebé que nasceu sem rosto já se alimenta sem recurso a sonda

Jorge Jesus dá cartas no Brasil

Os comandados do treinador português, que já tinham sido melhores na primeira mão das meias-finais, merecendo bem mais do que o 1-1, voltaram a exibir a sua superioridade, desta vez materializada com golos. Um tento de Bruno Henrique, a fechar a primeira parte, aos 42 minutos, e dois do ex-benfiquista Gabriel Barbosa, vulgo Gabigol, aos 46 e aos 56, o segundo de grande penalidade, deixaram a contenda resolvida ainda com mais de meia hora para jogar.

Até ao final, o Flamengo passeou a sua classe e conseguiu chegar à goleada, com dois golos dos centrais, primeiro do espanhol Pablo Marí, aos 67 minutos, após canto de De Arrascaeta, e depois de Rodrigo Caio, aos 71, após um livre de Éverton Ribeiro. Os 5-0 são o maior triunfo caseiro de sempre do Flamengo face ao Grêmio e o 18.º jogo consecutivo sem perder do conjunto de Jorge Jesus: 15 vitórias e três empates, com 41-8 em golos, depois do 0-3 no reduto do Bahia, a 4 de agosto.

Defrontam os argentinos do River Plate

Os cariocas, que ganharam a competição em 1981, estão na sua segunda final da Libertadores, na qual vão defrontar, em 23 de novembro, em Santiago do Chile, os argentinos do River Plate, detentores do título, que afastaram os compatriotas do Boca. Para o Flamengo, será a segunda final da principal competição da América do Sul, e, para Jorge Jesus, a terceira de uma prova internacional de clubes, depois de duas derrotas pelo Benfica na Liga Europa, com Chelsea (2012/13) e Sevilha (2013/14).

Além de estar a um triunfo da final da ‘Champions’ da CONMEBOL, o conjunto do Rio de Janeiro segue destacado na liderança do campeonato brasileiro, 10 pontos à frente do campeão Palmeiras, a 11 jornadas do fim – será o primeiro desde 2009.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para quinta-feira, 24 de outubro
Cancros do pulmão e da mama são as doenças que mais preocupam os portugueses

Impala Instagram


RELACIONADOS