Polémica no Mundial 2018: Jogadores da Rússia terão snifado amoníaco para melhorar prestação

Polémica no Mundial 2018: Jogadores da Rússia terão snifado amoníaco para melhorar prestação

Jogadores da selecção do país anfitrião do Mundial são acusados de terem snifado amoníaco nos jogos contra a Espanha e a Croácia, para melhorar o seu desempenho desportivo

A selecção russa já foi eliminada do campeonato mundial de futebol de 2018. No entanto, os jogadores da equipa do país anfitrião voltaram a ser notícia depois de um desempenho no mundial que deixou os russos «orgulhosos».

De acordo com uma reportagem alemã do Suddeutsche Zeitung, os futebolistas do leste snifaram amoníaco nos jogos contra contra a Espanha, nos oitavos de final do campeonato, e contra a Croácia, nos quartos de final. O objectivo alegado era a melhoria da prestação desportiva dos atletas.

Apesar de a substância não ser ilícita ou de não ser proibida pelos regulamentos internacionais de antidopagem, a inalação de amoníaco traz bastantes benefícios aos desportistas melhorando a respiração e o fluxo de oxigénio no sangue, garante a investigação alemã.

A reportagem convida a serem revistas as imagens do jogo entre a Croácia e a Rússia, onde se pode ver jogadores, antes do início da segunda parte a mexer o nariz.

LEIA MAIS: Mundial 2018 por Nuno Farinha: O Mundial da sucessão

 


RELACIONADOS

Polémica no Mundial 2018: Jogadores da Rússia terão snifado amoníaco para melhorar prestação

Jogadores da selecção do país anfitrião do Mundial são acusados de terem snifado amoníaco nos jogos contra a Espanha e a Croácia, para melhorar o seu desempenho desportivo