Bruno Lage garante: «Amanhã a equipa estará na máxima força»

«O adepto que vem ao estádio tem de ter condições para poder assistir ao jogo a uma hora decente», sublinhou o técnico Encarnado.

Bruno Lage garante: «Amanhã a equipa estará na máxima força»

Bruno Lage garante: «Amanhã a equipa estará na máxima força»

«O adepto que vem ao estádio tem de ter condições para poder assistir ao jogo a uma hora decente», sublinhou o técnico Encarnado.

Bruno Lage teceu, esta quinta-feira, duras criticas face à marcação para sexta-feira do dérbi com o Sporting e do jogo entre o FC Porto e o SC Braga, ambos da 17.ª jornada Liga.

LEIA DEPOIS

Meteorologia: O tempo para esta sexta-feira, 17 de janeiro

«Este jogo, e mesmo o do FC Porto-SC Braga, merecia ser a um fim de semana, eventualmente às 15:00 da tarde e vivia-se um sábado de futebol como antigamente», afirmou o treinador do Benfica que já tinha apelado a uma reflexão sobre as questões do calendário na antevisão do embate da passada terça-feira para a Taça de Portugal, frente ao Rio Ave.

«O jogo vive do quê? Da paixão dos adeptos»

Na conferência de imprensa de antevisão do dérbi com os Leões, o técnico Encarnado recorreu a um exemplo que viveu enquanto adjunto de Carlos Carvalhal no futebol inglês para enfatizar a importância do respeito pelos adeptos, face ao agendamento do dérbi para as 21:15 de sexta-feira.

«O adepto que vem ao estádio tem de ter condições para poder assistir ao jogo a uma hora decente», começou por dizer, acrescentando: «Eu estava a fazer o aquecimento da equipa. Jogávamos a um sábado às três da tarde e 20 minutos antes o árbitro e os delegados vieram dizer que o jogo tinha de ser adiado 30 ou 45 minutos porque tinha havido um acidente na autoestrada e os adeptos estavam atrasados. O jogo vive do quê? Da paixão dos adeptos», referiu Bruno Lage.

«Amanhã [a equipa] estará na máxima força»

Quando confrontado com o período de descanso inferior a 72 horas relativamente ao anterior desafio com o Rio Ave (3-2), para os quartos de final da Taça de Portugal, o técnico das Águias  recusou que essa situação possa ser apontada como uma preocupação, antecipando uma boa resposta dos jogadores em Alvalade.

«Veja a resposta que demos com o Rio Ave. A equipa tem apresentado sempre uma resposta forte e apresenta uma grande dinâmica ao longo dos 90 minutos, o que me leva a ter a opinião de que jogando sempre a um nível alto a equipa recupera da melhor maneira. Amanhã [sexta-feira] estará na máxima força», finalizou.

«Bruno Fernandes e Pizzi? Se tiverem que meter o pé para ganhar a bola, metem»

Bruno Lage desvalorizou ainda o ambiente tenso que se vivo entre as claques e a direção do Sporting, estando mesmo convencido de que vai encontrar um «grande ambiente» no dérbi. O técnico considera que o duelo entre Águias e Leões deve ser vivido de uma forma apaixonada durante os 90 minutos e recorreu ao exemplo da relação entre Pizzi e Bruno Fernandes.

«Em Inglaterra não há claques e têm um ambiente fantástico. Mais importante é cada adepto possa apoiar a sua equipa sem problemas. O que mais espero é que não haja problemas quer antes, quer durante, quer após o jogo», começou por dizer.

«O melhor exemplo que podemos ter é olhar para a relação entre o Bruno [Fernandes] e o Pizzi, acho que são grandes amigos, mas têm uma relação em que dentro do campo se tiverem que meter o pé para ganhar a bola metem, se tiverem, entre dentes, chamar nomes um ao outro, chamam. E depois acabam o jogo a colocar piropos um ao outro no Instagram. Acho que é assim que se deve viver o futebol. Viver e forma apaixonada durante noventa minutos, terminando cada um vai para sua casa e olha para o jogo seguinte», acrescentou Bruno Lage.

Benfica, líder do campeonato com 45 pontos, e Sporting, quarto classificado com 29 pontos, encontram-se na próxima sexta-feira, no Estádio de Alvalade. O dérbi, que encerra a primeira volta da competição, tem início marcado para as 21h15.

Texto: Joana Ferreira com Lusa

LEIA MAIS
Ainda há 102 escolas com amianto em Portugal

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS