Situação clínica de Alfredo Quintana é «muito grave» (fonte hospitalar)

Alfredo Quintana, guarda-redes de andebol do FC Porto, tinha sofrido paragem cardiorrespiratória durante o treino desta segunda-feira, informou o clube em comunicado.

Situação clínica de Alfredo Quintana é «muito grave» (fonte hospitalar)

Situação clínica de Alfredo Quintana é «muito grave» (fonte hospitalar)

Alfredo Quintana, guarda-redes de andebol do FC Porto, tinha sofrido paragem cardiorrespiratória durante o treino desta segunda-feira, informou o clube em comunicado.

Alfredo Quintana, guarda-redes de andebol do FC Porto de 32 anos, está em morte cerebral, vítima de paragem cardiorrespiratória. Horas antes, o clube azul e branco deu conta de que a paragem cardíaca aconteceu durante o treino desta segunda-feira, 22 de fevereiro, explicando que o atleta “foi prontamente assistido com o apoio de viatura do INEM“. “Depois de estabilizado, foi transportado para o Hospital de São João, onde se encontra internado», lia-se na nota publicada no site oficial.

A informação de que o atleta estará em “morte cerebral” não é, no entanto, confirmada por fonte hospitalar oficial, que nos adianta que o “prognóstico é reservado” e descreve a situação clínica como “muito grave“.

O guardião luso-cubano, figura histórica do FC Porto e da Seleção Nacional, foi um dos protagonistas da vitória deste domingo dos portistas em Águas Santas, por 26-34. Realizou 14 defesas, ajudando os dragões a manterem a liderança isolada do campeonato, após somarem a 19.ª vitória consecutiva.

Texto: Tomás Cascão

Impala Instagram


RELACIONADOS