UEFA abre processo contra FC Porto após alegados atos de racismo

Processo visa investigar alegados atos racista dirigidos a Nsamé durante o jogo com o Young Boys.

UEFA abre processo contra FC Porto após alegados atos de racismo

UEFA abre processo contra FC Porto após alegados atos de racismo

Processo visa investigar alegados atos racista dirigidos a Nsamé durante o jogo com o Young Boys.

Na sequência dos cânticos dirigidos a Nsamé durante o jogo com o Young Boys, a UEFA abriu um processo disciplinar contra o FC Porto, avança o Record. Esta atitude surge numa fase em que UEFA e FIFA fazem das suas principais batalhas a luta contra o racismo.

LEIA DEPOIS
João Sousa vence e chega às meias-finais em São Petersburgo

O processo visa investigar os alegados atos racistas que terão acontecido na quinta-feira, 19 de setembro, no estádio do Dragão, durante o jogo para a Liga Europa, com os suíços do Young Boys. A mesma publicação avança que o clube, que arrisca uma pesada sanção, ainda não foi notificado.

Fernando Madureira alvo de críticas

Fernando Madureira, líder dos Super Dragões, está a ser alvo de críticas nas redes sociais depois de ter lançado insultos racistas contra um jogador do Young Boys. Um tweet divulgado pela Sport TV mostra o membro da claque a chamar ‘oh macaco’ ao jogador que se preparava para bater um penalty contra o FC Porto.

O jornalista suiço David Lemos reagiu no Twitter numa publicação que mostra, exatamente, o momento em que se ouvem os insultos racistas ao futebolista.

Continue a ler aqui.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para este sábado, 21 de setembro

Impala Instagram


RELACIONADOS