Menina de seis anos descobre bilhete de socorro de prisioneiros chineses

A Tesco, rede de supermercados britânica, suspendeu o contrato com fábrica chinesa depois de uma menina ter encontrado um cartão de Natal que chamava a atenção para os trabalhos forçados naquele país.

Menina de seis anos descobre bilhete de socorro de prisioneiros chineses

Menina de seis anos descobre bilhete de socorro de prisioneiros chineses

A Tesco, rede de supermercados britânica, suspendeu o contrato com fábrica chinesa depois de uma menina ter encontrado um cartão de Natal que chamava a atenção para os trabalhos forçados naquele país.

A Tesco, rede de supermercados britânica, suspendeu a venda de cartões de Natal depois de Florence Widdicombe, de seis anos, ter encontrado um cartão que chamava a atenção para os trabalhos forçados na China. Segundo a imprensa britânica, a menina estava a escrever uma mensagem para os amigos da escola quando deu de ‘caras’ com um apelo vindo de prisioneiros de Qingpu, em Xangai. Os homens  – que produziam os cartões na China – diziam ser forçados a trabalhar contra a sua vontade. «Por favor, ajudem-nos e avisem alguma organização de defesa dos direitos humanos».

LEIA DEPOIS
Detido por ameaçar mulher com faca agride agente da polícia

Cadeia rescindiu contrato com fábrica chinesa

No texto, os prisioneiros sugeriam a quem encontrasse este cartão que contactasse o jornalista Peter Humphrey, detido em 2013 e condenado a dois anos de prisão  – cumpriu pena no mesmo estabelecimento prisional – por violar as leis chinesas de propriedade privada.

Em declarações à BBC, Florence referiu ter ficado “chocada” quando viu a mensagem e “triste” quando o pai, que achou tratar-se de uma brincadeira, lhe explicou o que se passava e contactou Peter Humphrey através do LinkedIn. A Tesco embora tenha afirmado que a fábrica foi alvo de «um controlo independente em novembro», não tendo sido reveladas quaisquer infrações nas normas de trabalho e exploração de mão de obra de prisioneiros, resolveu rescindir o contrato e e abrir um inquérito.

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Reprodução BBC

LEIA MAIS
Ataque à produtora do Porta dos Fundos reivindicado
Morreu Ari Behn | Ex-marido da princesa da Noruega suicida-se aos 47 anos

Impala Instagram


RELACIONADOS