Jovem tem sexo com professora e fica furioso com a mãe após queixa

Abby Dibbs, de 35 anos, foi detida na passada quarta-feira por ter tido sexo com um menor. A mulher acabou por sair em liberdade mediante o pagamento de uma fiança de 3500 dólares (cerca de três mil euros).

Jovem tem sexo com professora e fica furioso com a mãe após queixa

Jovem tem sexo com professora e fica furioso com a mãe após queixa

Abby Dibbs, de 35 anos, foi detida na passada quarta-feira por ter tido sexo com um menor. A mulher acabou por sair em liberdade mediante o pagamento de uma fiança de 3500 dólares (cerca de três mil euros).

Uma professora de Inglês de Wisconsin, Estados Unidos da América, foi condenada a 12 anos de prisão por ter tido sexo com um adolescente de 17 anos. A mulher foi acusada de violação sexual, após a mãe do jovem ter denunciado o caso às autoridades. De acordo com o Daily Mail, professora e aluno envolveram-se sexualmente duas vezes.

Em comunicado, a polícia informou que Abby Dibbs, de 35 anos, foi detida na passada quarta-feira e foi presente a tribunal. A mulher acabou por sair em liberdade mediante o pagamento de uma fiança de 3500 dólares (cerca de três mil euros). O juiz decretou ainda a proibição de contactar com menores sem a supervisão de outros adultos, à exceção dos filhos e dos sobrinhos.

Jovem tem sexo com professora e fica furioso com a mãe após queixa
Abby Dibbs

Denúncia deixa adolescente furioso

Após a denúncia da mãe do jovem, as autoridades conversaram com professora e com o aluno que acabaram por confessar que fizeram sexo por duas vezes, durante o fim de semana, em casa da arguida. O jovem de 17 anos admitiu estar apaixonado pela professora e revelou estar furioso com os responsáveis que denunciaram o caso.

Entretanto, a escola anunciou que foram tomadas medidas e que a professora deixou de exercer funções naquele estabelecimento. Foi durante a tarde desta segunda-feira, menos de uma semana após ter sido detida, que foi conhecido o veredito dos juízes: 12 anos de prisão.

LEIA AINDA
Jovem que matou família e depois dormiu a sesta condenado à pena máxima
Jovem que matou família e depois dormiu a sesta condenado à pena máxima
O Tribunal de Setúbal condenou o jovem acusado do homicídio de um casal de idosos (seus tios-avós), em Santo André, concelho de Santiago do Cacém, à pena máxima de 25 anos de prisão. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS