Jovem que nasceu com duas vaginas pensava que era condição normal

Tee Bartlett descobriu durante a adolescência que não era normal ter duas vaginas e ter de escolher em qual orifício inserir o tampão.

Jovem que nasceu com duas vaginas pensava que era condição normal

Jovem que nasceu com duas vaginas pensava que era condição normal

Tee Bartlett descobriu durante a adolescência que não era normal ter duas vaginas e ter de escolher em qual orifício inserir o tampão.

Tee Bartlett, australiana de 24 anos, descobriu durante a adolescência que não era normal ter duas vaginas e utilizar dois tampões. A jovem assumiu que não fazia a menor ideia que não era comum utilizar dois tampões ao mesmo tempo, porque pensava que as mulheres tinham duas aberturas vaginais. “Na altura, não falava com a minha mãe sobre tópicos sensíveis”, confessou.

Pergunta insólita levou a consulta urgente

A então adolescente Tee só se apercebeu que algo não estava bem quando perguntou à mãe em que lado colocava o tampão e a mãe de imediato marcou uma consulta médica de urgência. Foi diagnosticada com um septo vaginal, uma condição que ocorre quando o sistema reprodutor feminino não fica totalmente desenvolvido, deixando uma parede que divide a vagina. Um ano depois, submeteu-se a uma intervenção cirúrgica para prevenir problemas aquando de relações sexuais e de um possível parto.

LEIA AINDA
Flatulência provoca caos e obriga a 3 detenções em spa

Impala Instagram


RELACIONADOS