Índia executa 4 homens por violação que acordou o país para a violência sexual

Uma brutal agressão em grupo de 2012 em Nova Deli contra uma jovem, que morreu dias depois, provocou uma onda de protestos na Índia. E assim nasceu o me too indiano.

Índia executa 4 homens por violação que acordou o país para a violência sexual

Índia executa 4 homens por violação que acordou o país para a violência sexual

Uma brutal agressão em grupo de 2012 em Nova Deli contra uma jovem, que morreu dias depois, provocou uma onda de protestos na Índia. E assim nasceu o me too indiano.

A Índia enforcou ao amanhecer os quatro condenados pela brutal tortura e violação coletiva de uma estudante em 2012. A jovem acabou por morrer dias depois. Depois de vários adiamentos da sentença, o desfecho do caso Nirbhaya (valente, em hindu) é a primeira execução de pena de morte no país desde 2015. A execução encerra o processo pelo crime que abalou o mundo e que revelou os níveis de violência contra a mulher na Índia. A consequência interna foi o acordar da sociedade indiana para o alarmante histórico de crimes de violência sexual contra a amulher.

LEIA DEPOS
Covid-19: Número de mortos em Portugal sobe para 43

«Parabéns à Justiça da Índia», disse a mãe da vítima aos jornalistas

«Hoje fez-se Justiça», disse aos jornalistas Asha Devi, mãe da vítima, na prisão de Tihar, na periferia de Nova Deli, na qual os condenados foram enforcados. «Parabéns à Justiça da Índia. Obrigado a Deus por ouvir as nossas preces. A alma da minha filha já pode descansar em paz.» Fora da prisão, centenas de policias controlaram milhares de manifestantes que empunhavam cartazes com dizeres como «Justiça para a mulher» e «Forca para os culpados». A multidão esperava a execução da sentença desde 2013. Os condenados ainda apelaram, em janeiro, mas os juízes confirmaram a pena de morte por enforcamento, hoje levada a cabo.

LEIA MAIS
O problema de se nascer mulher no país onde as bebés são queimadas à nascença

Leia a a sua revista sem sair de casa

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

Eis os passos a seguir:

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2- Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Não tem conta PayPal? Não há problema! Pode pagar através de transferência bancária!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

Impala Instagram


RELACIONADOS