Homem entrega-se 30 anos após fugir da prisão por causa da covid-19

Darko Desic fazias biscates na construção, mas a pandemia deixou-o de mãos a abanar. Foi então que decidiu que vivia melhor se estivesse novamente preso.

Homem entrega-se 30 anos após fugir da prisão por causa da covid-19

Homem entrega-se 30 anos após fugir da prisão por causa da covid-19

Darko Desic fazias biscates na construção, mas a pandemia deixou-o de mãos a abanar. Foi então que decidiu que vivia melhor se estivesse novamente preso.

Darko Desic, um presidiário que conseguiu fugir do Centro Correcional de Grafton, na Nova Gales do Sul, na noite de 1 de agosto de 1992, entregou-se às autoridades após se ter tornado sem-abrigo devido à pandemia da covid-19. Na altura da fuga, há quase trinta anos, o homem, nascido na antiga Jugoslávia, estava detido há 13 meses, a cumprir pena de prisão de três anos e meio por plantar marijuana, revela o ABC Australia. Durante os dias seguintes, a polícia ainda desenvolveu diligências – que incluiu uma extensa busca – para encontrar o foragido, mas sem sucesso.

Falta de trabalho levou-o a dormir na praia

Homem entrega-se 30 anos após fugir da prisão por culpa da covid-19
Darko Desic há 30 anos

De acordo com fontes próximas da investigação, Darko escapou para junto das praias de Sydney, onde começou a fazer alguns ‘biscates’ na construção civil. Contudo, com a chegada da pandemia, o trabalho começou a escassear. Atualmente com 64 anos, deixou de conseguir pagar a renda e viu-se obrigado a começar a dormir na praia. Foi então que decidiu que voltar à prisão tornaria a sua vida “muito mais fácil”, confessou à polícia.

Assim, no passado domingo, entregou-se numa esquadra. Irá ser presente a tribunal ainda este mês onde vai conhecer a sua nova sentença. A comunidade emocionou-se com a vida de Desic e quis ajudá-lo, criando uma página de angariação de fundos para ajudar o ex-fugitivo a contratar um bom advogado que o coloque de novo em liberdade. O objetivo é que este valor seja suficiente para viver assim que sair – de novo – da prisão. Até ao momento, já mais de 400 pessoas fizeram doações, tendo já sido angariados mais de 26 mil dólares de um objetivo de 50 mil.

LEIA AINDA
Homem mata namorada e três crianças após dormir em casa da família

Impala Instagram


RELACIONADOS