Festas de Lisboa com policiamento reforçado e circulação condicionada

O policiamento vai ser reforçado durante as festas populares de Lisboa e o trânsito condicionado em algumas artérias da cidade na noite de domingo, divulgou hoje o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (Cometlis).

Festas de Lisboa com policiamento reforçado e circulação condicionada

Festas de Lisboa com policiamento reforçado e circulação condicionada

O policiamento vai ser reforçado durante as festas populares de Lisboa e o trânsito condicionado em algumas artérias da cidade na noite de domingo, divulgou hoje o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (Cometlis).

Em comunicado, o Cometlis refere que o reforço será feito já a partir de hoje, envolvendo várias valências policiais, nomeadamente de “visibilidade, de intervenção, de trânsito, de fiscalização, de investigação e de ordem pública”. Ainda segundo a PSP, será também reforçada a articulação e coordenação com a Polícia Municipal de Lisboa, contribuindo para a “criação de condições de segurança para que as festas de Lisboa decorram com normalidade”.

O Cometlis informa também que na noite de Santo António (domingo) será encerrado o trânsito na Avenida da Liberdade, a partir das 18h00, para que ali se possa realizar o habitual desfile das marchas populares. O acesso ao centro da cidade de Lisboa e aos espaços dos arraiais também será condicionado, de forma a “permitir a circulação de pessoas nos diversos locais de festividades e diversão”. “Na perspetiva de segurança rodoviária, haverá uma intensificação da fiscalização rodoviária em vários locais de cidade, apelando desde já a uma condução consciente sem álcool e em toda a zona da cidade”, é referido na nota.

A PSP alerta ainda para o facto de o “elevado aglomerado de pessoas” poder propiciar a “prática de alguns crimes que podem ser evitados” e deixa algumas recomendações para quem pretende participar nas festividades, nomeadamente a utilização de transportes públicos e o cuidado para não transportar objetos de valor. “O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP apela a um comportamento cívico das pessoas que participam nas festas da cidade, conta com a sua colaboração para comunicar à polícia situações que possam perturbar a segurança e ordem pública, sugerindo ainda que sejam seguidas todas as recomendações por parte da Direção Geral de Saúde”, lê-se na nota.

Entretanto, o sindicato representativo dos trabalhadores do Metropolitano de Lisboa indicou hoje que o serviço do metro não deverá funcionar no prolongamento da noite de Santo António devido à greve ao trabalho suplementar e eventos especiais no mês de junho, porque a proposta apresentada pela empresa aos sindicatos é considerada “muito insuficiente”. Na noite de Santo António, de 12 para 13 de junho, as linhas Verde e Azul passaram a ter o horário prolongado (depois das 01h00) devido às festas populares, que voltam agora à rua depois de dois anos sem se realizarem, devido à pandemia de covid-19.

Impala Instagram


RELACIONADOS