Ferido grave em Mêda após tiro num olho durante a caçada

Companheiro de caça atingiu homem num olho por acidente, em Longroiva, no concelho da Mêda. Vítima está em estado considerado grave, de acordo com informação dos bombeiros.

Ferido grave em Mêda após tiro num olho durante a caçada

Ferido grave em Mêda após tiro num olho durante a caçada

Companheiro de caça atingiu homem num olho por acidente, em Longroiva, no concelho da Mêda. Vítima está em estado considerado grave, de acordo com informação dos bombeiros.

Um homem de 55 anos ficou ferido neste domingo, 1 de novembro, depois de atingido a «tiro por acidente num olho» por parte do companheiro de caça, em Longroiva, no concelho da Mêda. De acordo com o comandante dos bombeiros voluntários locais, «os homens andavam na caça e um deles atirou acidentalmente no outro e atingiu-o num olho». «É um ferido grave, mas sem correr risco de vida e terá perdido a vista», informa José Lemos, citado hoje pelo JN.

LEIA DEPOIS
Mulher de 74 anos morta à facada pelo marido em Penafiel

«O tiro foi feito com arma de caça e foi o amigo quem pediu ajuda», explicam os bombeiros de Mêda

O comandante dos Bombeiros Voluntários da Mêda, do distrito da Guarda, explica que «o tiro foi feito com arma de caça e foi o próprio amigo que o alvejou quem pediu ajuda». «Quando foi dado o alerta de vítima de arma de fogo, foi acionado o meio aéreo, mas, como a Guarda não tem Oftalmologia e o helicóptero já estava no ar, acabou por ser de entendimento ser helitransportado para o Centro Hospitalar de Coimbra.» Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro da Guarda, o alerta foi dado às 11h23 horas e no local, «junto ao IP2, estiveram 15 operacionais, apoiados por cinco viaturas e o helicóptero do INEM».

LEIA AGORA
GNR resgata 41 gatos e três cães de duas casas em Sesimbra

Impala Instagram


RELACIONADOS