Medida de coação de Fábio Paim mantém-se. Futebolista escondia droga nas cuecas

Ministério Público não considera alteração da medida de coação por «perigo de fuga».

Medida de coação de Fábio Paim mantém-se. Futebolista escondia droga nas cuecas

Medida de coação de Fábio Paim mantém-se. Futebolista escondia droga nas cuecas

Ministério Público não considera alteração da medida de coação por «perigo de fuga».

Fábio Paim, detido desde agosto do ano passado por suspeitas de tráfico de droga, foi recentemente acusado pelo Ministério Público, avança o Correio da Manhã. O futebolista, que aos 16 anos ganhava 20 mil euros a jogar na formação do Sporting, era uma das grandes promessas do clube.

LEIA DEPOIS
Sérgio Conceição confirma ausência de Nakajima para jogo contra o Varzim

O jogador foi detido por agentes da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Cascais, que apreenderam droga e dinheiro em casa, no carro e na roupa interior, indica o Ministério Público, citado pela publicação nacional.

«No dia 1 de agosto de 2019, cerca das 20h10, o arguido Fábio Paim tinha na sua posse, escondida e acondicionada junto à zona genital a quantia de 120 euros divididos em quatro notas de 20 e quatro notas de dez euros.»

O MP indica ainda que todo o rendimento do futebolista era proveniente da droga que vendia. Os agentes encontraram dinheiro e droga num roupeiro, em gavetas e numa cómoda. A medida de coação mantém-se. «Mantêm-se válidos os pressupostos de facto e de direito que determinaram a sujeição do arguido à medida de coação de prisão preventiva no que diz respeito ao perigo de continuação da atividade criminosa, ao perigo de perturbação da ordem e ao perigo de fuga», reitera a acusação.

LEIA MAIS
Meteorologia: O tempo para esta terça-feira, 14 de janeiro

Impala Instagram


RELACIONADOS