Ex-diretor da TVI vai representar partido na Assembleia da República

Há quase uma década, João Cotrim de Figueiredo decidia sobre a compra de reality shows, a produção de novelas e outros temas do então canal líder de audiências, a TVI.

Ex-diretor da TVI vai representar partido na Assembleia da República

Ex-diretor da TVI vai representar partido na Assembleia da República

Há quase uma década, João Cotrim de Figueiredo decidia sobre a compra de reality shows, a produção de novelas e outros temas do então canal líder de audiências, a TVI.

Há quase uma década, João Cotrim de Figueiredo decidia sobre a compra de reality shows, a produção de novelas e outros temas do então canal líder de audiências, a TVI. Agora, o antigo diretor geral da estação de Queluz de Baixo vai trabalhar para um público bem mais alargado: os cidadãos portugueses.

LEIA DEPOIS
PS vence eleições sem maioria absoluta, direita tem derrota histórica em AR com 10 forças

O gestor e empresário de 58 anos foi este domingo eleito deputado, o único que a Iniciativa Liberal, fundada há apenas dois anos, conseguiu assegurar. Cotrim de Figueiredo é, juntamente com Joacine Katar-Moreira, do Livre e André Ventura, do Chega, representante dos novos partidos que têm pela primeira vez representação parlamentar.

Cotrim de Figueiredo ocupou o cargo de diretor-geral da TVI entre abril de 2010 e outubro de 2011. Depois, foi presidente do conselho directivo do Turismo de Portugal entre 2013 e 2016 e, em 2015, foi eleito vice-presidente da European Travel Commission. Também desempenhou funções de administrador na Jason Associates e na Faber Ventures.

As eleições legislativas terminaram com uma vitória sem maioria absoluta do PS, que obteve 36;65% dos votos. PSD teve 27,9%, Bloco de Esquerda 9,67%, CDU 6,46%, CDS-PP 4,25%, PAN 3,28%, Chega, 1,2%, Iniciativa Liberal 1,29% e Livre 1,09%. Estão ainda por apurar os votos da diáspora. A abstenção fixou-se nuns históricos 45,5%.
Texto: Raquel Costa | Fotos: Arquivo Impala

Impala Instagram


RELACIONADOS