Encontrados 20 civis mortos a tiro dentro dos carros no nordeste da Ucrânia

Pelo menos 20 civis foram encontrados mortos a tiro dentro dos seus carros, no nordeste da Ucrânia, perto de Kupyansk, anunciou hoje o governador regional de Kharkiv, Oleg Synegoubov, no Telegram.

Encontrados 20 civis mortos a tiro dentro dos carros no nordeste da Ucrânia

Encontrados 20 civis mortos a tiro dentro dos carros no nordeste da Ucrânia

Pelo menos 20 civis foram encontrados mortos a tiro dentro dos seus carros, no nordeste da Ucrânia, perto de Kupyansk, anunciou hoje o governador regional de Kharkiv, Oleg Synegoubov, no Telegram.

Pelo menos 20 civis foram encontrados mortos a tiro dentro dos seus carros, no nordeste da Ucrânia, perto de Kupyansk, anunciou hoje o governador regional de Kharkiv, Oleg Synegoubov, no Telegram. “Foi descoberto um comboio de carros com civis mortos a bordo. De acordo com dados preliminares, 20 pessoas morreram nesses carros”, lê-se na mensagem do governador regional, citada pela AFP.

Segundo Oleg Synegoubov, “os ocupantes [russos] atacaram aqueles civis que tentavam escapar aos bombardeamentos”. “É uma crueldade que não tem justificação”, acrescentou. O governador da região de Kharkiv, onde os corpos foram encontrados, disse que “a polícia e especialistas foram ao local” e que “está em andamento uma investigação”.

Na sexta-feira, uma equipa da AFP viu pelo menos 11 corpos de civis, mortos a tiro nos seus seus carros, numa estrada abandonada pelos russos, depois da retirada da região, na semana passada. O comboio de veículos que a AFP viu na sexta-feira encontrava-se numa estrada que fica 70 quilómetros a leste de Kharkiv, quando foi alvejado.

Os cadáveres ainda estavam no local, dentro ou ao lado de seis veículos.

Um pequeno autocarro foi completamente queimado, onde estavam quatro corpos deitados nos bancos, um dos quais parecia ser de uma criança. Os civis mortos foram encontrados num local onde ocorreram, recentemente, combates entre ucranianos e russos, na grande contraofensiva ucraniana na região.

Diante de dificuldades militares, os soldados russos recuaram mais para leste, atravessando o rio Oskil, mas os ucranianos conseguiram atravessá-lo, marcando um grande sucesso para Kiev.

Um oficial separatista pró-Rússia, por sua vez, acusou, na quinta-feira, o exército ucraniano de ter disparado contra um comboio de civis na região de Kharkiv, matando trinta pessoas, sem fornecer mais detalhes. Desde o início da invasão, Kiev denunciou abusos por parte das tropas de Moscovo, acusações sistematicamente rejeitadas pela Rússia.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS