Encontrado corpo de professora multimilionária raptada durante corrida

Eliza Fletcher, neta de um multimilionário, foi forçada a entrar num carro enquanto fazia uma corrida matinal. O corpo da professora foi encontrado dias depois do rapto.

Encontrado corpo de professora multimilionária raptada durante corrida

Encontrado corpo de professora multimilionária raptada durante corrida

Eliza Fletcher, neta de um multimilionário, foi forçada a entrar num carro enquanto fazia uma corrida matinal. O corpo da professora foi encontrado dias depois do rapto.

O corpo de Eliza Fletcher, professora de 34 anos raptada enquanto fazia uma corrida matinal no Memphis, no estado norte-americano do Tennessee, foi encontrado, confirmou a polícia local. O principal suspeito,  Cleotha Abston, foi acusado de homicídio em primeiro grau, rapto agravado e adulteração de provas. A mulher, neta de um multimilionário, foi encontrada nas traseiras de uma casa vazia, a 12 quilómetros do local de onde foi forçada a entrar numa carrinha, como mostraram as imagens de vigilância.

“Perder alguém tão jovem e tão vital é já uma tragédia, mas acontecer desta forma, com um ato de violência sem sentido, é inimaginável”, considerou o procurador distrital de Shelby County, Steve Mulroy, em conferência de imprensa. “Não temos razões para pensar que se tratou de algo mais do que um ataque isolado de um estranho”, acrescentou. Presente na mesma conferência de imprensa, Cerelyn Davis, chefe da polícia de Memphis, afirmou que ainda é cedo para “determinar o local e o método da morte” de Eliza Fletcher.

A professora do infantário de St. Mary’s Episcopal School, em Memphis, estava a correr pelas 4h30 de sexta-feira, quando um homem a perseguiu e obrigou-a a entrar numa carrinha num bairro perto da Universidade de Memphis. O alerta para o desaparecimento foi dado pelo marido nessa manhã, o que desencadeou uma operação de buscas durante todo o fim-de-semana. O suspeito foi detido no sábado. De acordo com a BBC, que cita a polícia local, foi detetado ADN de Abston num par de sandálias encontradas perto do local de onde a vítima foi vista pela última vez.

Suspeito já tinha estado preso durante 20 anos por rapto de advogado

Encontrado corpo de professora multimilionária raptada durante corrida
Cleotha Abston, o principal suspeito do homicídiop

A polícia indicou ainda ter encontrado um veículo no local que correspondia ao das imagens de videovigilância, no local onde o suspeito tinha estado hospedado. Um outro vídeo mostrou Abston a limpar o veículo durante mais de uma hora após Fletcher ter desaparecido. O suspeito já tinha cumprido 20 anos de prisão pelo rapto do advogado Kemper Durant, em 2000, quando tinha apenas 16 anos. Foi libertado no final de 2020.

Eliza era neta de Jospeh Orgill III, um empresário que morreu aos 80 anos, em 2018. A sua empresa de distribuição de ferragens e material de construção, com sede no Tennessee, tem vendas anuais de três mil milhões de euros e emprega mais de cinco mil pessoas. Após a descoberta do corpo, a família de Fletcher divulgou um comunicado, onde declarou estar “com o coração partido”. “Liza foi uma grande alegria para tantos – a sua família, amigos, colegas, estudantes, pais, membros da sua congregação da Segunda Igreja Presbiteriana, e todos os que a conheceram. Agora é altura de recordar e celebrar como ela era especial e de apoiar aqueles que tanto se preocupavam com ela”, afirmaram.

Impala Instagram


RELACIONADOS