Duplo homicídio cometido há mais de 30 anos perto de ser resolvido

David Fuller vai-se apresentar em tribunal este sábado, 5 de dezembro, para responder às acusações. Crimes tiveram lugar em 1987, no condado de Kent

Duplo homicídio cometido há mais de 30 anos perto de ser resolvido

Duplo homicídio cometido há mais de 30 anos perto de ser resolvido

David Fuller vai-se apresentar em tribunal este sábado, 5 de dezembro, para responder às acusações. Crimes tiveram lugar em 1987, no condado de Kent

O caso que ficou conhecido como “Bedsite Muders” pode estar perto do seu desfecho. Mais de três décadas depois dos assassinatos de Caroline Pierce e Wendy Knell, a investigação liderada pelo Departamento de Crimes Graves de Kent e Essex deteve David Fuller no passado dia 3 de dezembro e acusou-o do duplo homicídio ocorrido em 1987.

As duas jovens, de 20 e 25 anos respetivamente, foram abusadas sexualmente e estranguladas até à morte. Em junho de 1987, Wendy foi encontrada sem vida no seu apartamento em Tunbridge Wells, Kent. Cinco meses depois, Caroline, que residia a poucos metros da primeira vítima, foi atacada à porta de casa e o corpo largado num descampado a mais de 60 quilómetros da sua área de residência.

Como lembra o The Sun, Wendy voltou para casa por volta das 23h00 do dia 22 de Junho e o namorado foi a última pessoa que a viu com vida. Horas depois foi encontrada despida na cama, apenas com um edredão a cobri-la. No assassinato de Caroline, a 24 de Novembro, as circunstâncias são parecidas. Chegou a casa por volta da meia-noite após noite com amigos e, momentos depois, alguns vizinhos lembram-se de ter ouvido gritos.

Apesar da enorme ‘teia’ policial montada na altura, o assassino conseguiu manter-se a monte durante os últimos 33 anos. Agora, as famílias das vítimas podem finalmente obter justiça. O homem de 66 anos, natural de Sussex, será presente a tribunal este sábado, 5 de dezembro, para responder às acusações de duplo homicídio.

Tracey Harman, delegada-chefe do Departamento de Crimes Graves de Kent e Essex, deixou um apelo à população.
“Embora tenham passado mais de três décadas, eu peço que qualquer pessoa que tenha algum tipo informação – não importa o quão pequena ou insignificante possa parecer – que entre em contacto connosco”, declarou.

LEIA MAIS
Três detidos pelo assassinato de pai, mãe e dois filhos em Maputo

 

Impala Instagram


RELACIONADOS