Vinte pessoas multadas pelas festas ilegais durante pandemia em Downing Street

A polícia britânica anunciou hoje ter emitido 20 multas relacionadas com a investigação ao desrespeito das restrições durante a pandemia covid-19 em edifícios do Governo.

Vinte pessoas multadas pelas festas ilegais durante pandemia em Downing Street

Vinte pessoas multadas pelas festas ilegais durante pandemia em Downing Street

A polícia britânica anunciou hoje ter emitido 20 multas relacionadas com a investigação ao desrespeito das restrições durante a pandemia covid-19 em edifícios do Governo.

A polícia britânica anunciou hoje ter emitido 20 multas relacionadas com a investigação ao desrespeito das restrições durante a pandemia covid-19 em edifícios do Governo.

A polícia Metropolitana de Londres estava a investigar mais de 100 pessoas e pelo menos 12 “festas” alegadamente ilegais em 2020 e 2021, mas não confirmou a identidade dos punidos. As multas serão encaminhadas para o Escritório de Registos Criminais ACRO, que será responsável por emitir e enviar as notificações, mas reiterou que, como é habitual neste tipo de infrações, as identidades das pessoas não serão divulgadas.

Gabinete de Boris Johnson ainda não comentou

Várias das “festas” ocorreram na residência oficial do primeiro-ministro em Downing Street, e o gabinete prometeu que revelaria se Boris Johnson fosse multado, mas hoje recusou comentar.

Num comunicado, a Polícia disse estar a fazer “todos os esforços para progredir nesta investigação com rapidez”, mas que não terminou e que mais multas poderão ser emitidas. “No entanto, devido à quantidade significativa de material investigativo que ainda precisa ser avaliado, podem ser feitas mais recomendações à ACRO se o patamar probatório for atingido”, justificou.

A covid-19 provocou pelo menos 5.914.829 mortos em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse. A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China. A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

Impala Instagram


RELACIONADOS