Christian Brueckner abusou sexualmente da filha de 5 anos de uma ex-companheira

O crime ocorreu em 2013, num parque em Braunschweig, Alemanha. Depois dos abusos, Brueckner ainda tirou fotografias ao corpo da menina.

Christian Brueckner abusou sexualmente da filha de 5 anos de uma ex-companheira

Christian Brueckner abusou sexualmente da filha de 5 anos de uma ex-companheira

O crime ocorreu em 2013, num parque em Braunschweig, Alemanha. Depois dos abusos, Brueckner ainda tirou fotografias ao corpo da menina.

Christian Brueckner é o principal suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann e está preso na Alemanha. Agora, segundo o DailyMail, o suspeito foi preso, em 2017, por abusar sexualmente da filha de cinco anos de uma ex-namorada,

O crime ocorreu em 2013, num parque em Braunschweig, Alemanha. Depois dos abusos, Brueckner ainda tirou fotografias ao corpo da menina.

O cidadão alemão Christian Brueckner., de 43 anos, está detido na Alemanha, por abuso sexual de menores, entre outros crimes e, segundo a polícia britânica e alemã, é suspeito de envolvimento no desaparecimento de Madeleine McCann, no Algarve, em 2007.

Homem terá vivido no Algarve

O homem terá vivido no Algarve entre 1995 e 2007 e registos telefónicos colocam-no na área da Praia da Luz no dia em a criança inglesa desapareceu.

O Ministério Público de Braunschweig, na Alemanha, assumiu hoje que Maddie está morta.

Madeleine McCann desapareceu poucos dias antes de fazer quatro anos, a 3 de maio de 2007, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz e o seu desaparecimento tornou-se um caso mediático à escala global.

A polícia britânica começou por formar uma equipa em 2011 para rever toda a informação disponível, abrindo um inquérito formal no ano seguinte, tendo até agora gasto perto de 12 milhões de libras (14 milhões de euros).

A Polícia Judiciária (PJ) reabriu a investigação em 2013, depois de o caso ter sido arquivado pela Procuradoria Geral da República em 2008, ilibando os três arguidos, os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, e um outro britânico, Robert Murat.

LEIA MAIS Avião da Easyjet esteve a 1,3 segundos de ter acidente em Lisboa

Texto: Marta Amorim

Impala Instagram


RELACIONADOS