Bruxelas dará um máximo de 12,5 milhões de euros às zonas afetadas pelos incêndios de junho

A Comissão Europeia atribuirá um máximo de 12,5 milhões de euros às zonas da região Centro afetadas pelos incêndios de junho, informou o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva.

Bruxelas dará um máximo de 12,5 milhões de euros às zonas afetadas pelos incêndios de junho

Bruxelas dará um máximo de 12,5 milhões de euros às zonas afetadas pelos incêndios de junho

A Comissão Europeia atribuirá um máximo de 12,5 milhões de euros às zonas da região Centro afetadas pelos incêndios de junho, informou o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva.

Comissão Europeia atribuirá um máximo de 12,5 milhões de euros às zonas da região Centro afetadas pelos incêndios de junho, informou hoje o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva.

No final de uma reunião extraordinária da Concertação Social, em Lisboa, o governante sublinhou que a verba a atribuir por Bruxelas é “apenas uma das componentes e que tem a ver com a existência de um fundo europeu de solidariedade, que pode ser desencadeado para danos globais de 500 milhões de euros”.

Aos jornalistas, Vieira da Silva recordou que o Conselho de Ministros já aprovou uma resolução sobre os apoios para aquela zona com diversas origens: “fundos específicos, como o fundo de emergência municipal”, “fundos que resultam da solidariedade” e “fundos resultantes do Portugal 2020 [verbas comunitárias]”.

“O total ainda não está completamente avaliado”, afirmou.

Veja ainda:

 

Impala Instagram


RELACIONADOS