Bolsonaro suspende séries LGBT que iam ser exibidas na televisão

Na passada quarta-feira, Jair Bolsonaro divulgou no Twitter a notícia que dava conta que o seu governo suspendeu as séries de temáticas LGBT que iam ser exibidas na televisão pública brasileira.

Bolsonaro suspende séries LGBT que iam ser exibidas na televisão

Bolsonaro suspende séries LGBT que iam ser exibidas na televisão

Na passada quarta-feira, Jair Bolsonaro divulgou no Twitter a notícia que dava conta que o seu governo suspendeu as séries de temáticas LGBT que iam ser exibidas na televisão pública brasileira.

Na passada quarta-feira, Jair Bolsonaro divulgou no Twitter a notícia que dava conta que o seu governo suspendeu as séries de temáticas LGBT que iam ser exibidas na televisão pública brasileira. A discussão em torno do assunto começou na passada quinta-feira, dia 15 de agosto, quando o presidente do Brasil utilizou o Facebook para dizer que não ia deixar a Agência Nacional do Cinema (Ancine) investir dinheiro e produções sobre diversidade de género e sexualidade.

LEIA DEPOIS: GNR faz escolta a mulher em trabalho de parto para chegar ao hospital

De forma a convencer o público de que a atitude fazia sentido, Bolsonaro referiu quatro projetos de séries que tinha passado pela seleção da Agência: ‘Transversais’, ‘Afronte’, ‘Religare Querr’ e ‘O Sexo Reverso’ e falou sobre as mesmas.

«Chama-se ‘Transversais’. Olha o tema… Sonhos e realizações de cinco pessoas transgénero que moram no Ceará. O filme é isto, mas nós conseguimos abortar a missão», começou por dizer. «Chama-se ‘Afronte’ e mostra a realidade vivida por negros homossexuais no Distrito Federal. Não percebi, mas a vida particular de quem quer que seja não interessa a ninguém, por isso mais um filme que vai para o lixo», sustentou.

LEIA MAIS

Dois mortos e dois feridos em atropelamento na Figueira da Foz. Jovem de 12 anos em estado grave

Previsão do tempo para quarta-feira, 28 de agosto

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS