Bebidas espirituosas vão ter rótulo com valor energético e informação nutricional

Informação sobre o valor energético, ingredientes e composição nutricional das bebidas espirituosas vendidas na Europa vão ser no próximo ano disponibilizados nos rótulos e online, de acordo com um memorando de entendimento hoje assinado.

Bebidas espirituosas vão ter rótulo com valor energético e informação nutricional

Bebidas espirituosas vão ter rótulo com valor energético e informação nutricional

Informação sobre o valor energético, ingredientes e composição nutricional das bebidas espirituosas vendidas na Europa vão ser no próximo ano disponibilizados nos rótulos e online, de acordo com um memorando de entendimento hoje assinado.

Informação sobre o valor energético, ingredientes e composição nutricional das bebidas espirituosas vendidas na Europa vão ser no próximo ano disponibilizados nos rótulos e online, de acordo com um memorando de entendimento hoje assinado.

A spiritsEUROPE, uma associação composta por 31 associações, incluindo as portuguesas ACIBEV – Associação de Vinhos e Espirituosas de Portugal e ANEBE – Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas, assinou o memorando durante a assembleia-geral da entidade em Paris, na presença do Comissário Europeu para a Saúde e Segurança Alimentar da União Europeia, Vytenis Andriukaitis.

A associação spiritEuropa, em comunicado hoje divulgado através de um dos associados, estima que uma em cada quatro garrafas (25%) colocadas no mercado da União Europeia passe a ter informação energética no rótulo até final de 2020, uma quota que quer aumentar para 50% em 2021 e 66% até ao final de 2022.

“Assegurar que, seis meses após a assinatura deste memorando, os novos rótulos de bebidas espirituosas colocados no mercado da UE fornecerão informações energéticas de forma visual (ícones) com base nos valores nutricionais médios” é outro dos compromissos previstos no memorando a que a Lusa teve acesso, que acrescenta que a lista dos ingredientes das bebidas vai ser disponibilizada ‘online’.

No memorando, os signatários afirmam que as novas normas vão ter “um impacto significativo em todo o setor”, e que esperam que outros produtores “façam o mesmo quando conseguirem superar os desafios financeiros e logísticos associados ao processo”, mas quanto aos pequenos e médios produtores entendem que “levará mais tempo” para se moverem nessa direção.

LEIA MAIS

Previsão do tempo para quarta-feira

 

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS