Usa o próprio seguro de saúde para ajudar aluno doente e é detida

Usa o próprio seguro de saúde para ajudar aluno doente e é detida

Uma auxiliar educativa usou o seu seguro de saúde para ajudar aluno doente e sem possibilidades financeiras. A mulher acabou por ser acusada de fraude.

Uma auxiliar educativa norte-americana decidiu usar o próprio seguro de saúde para comprar medicamentos para um aluno doente que não tinha possibilidades financeiras. Casey Smitherman trabalha na escola comunitária de Elwood, nos Estados Unidos. Na semana passada foi acusada de fraude com seguros, uma por conduta dolosa e outra por identidade falsa.

A mulher acabou por ser libertada depois de pagar uma fiança, segundo avança o ‘IndyStar’.

A suspeita confessou que levou o estudante de 15 anos ao médico e que lhe comprou medicamentos, depois de este ter faltado vários dias à escola.

Perante as dificuldades financeiras e sociais do aluno, a professora decidiu ajudá-lo. O jovem mora com uma familiar já idosa, que não tem carro. A auxiliar explicou que não recorreu aos serviços de proteção de menores porque não queria que o adolescente fosse institucionalizado.

O seguro de saúde da auxiliar cobriu a consulta e os medicamentos que custaram no total 233 dólares. A escola demonstrou apoio pela auxiliar.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para quarta-feira, 30 de janeiro de 2019
Presidente do Brasil com boa evolução clínica após cirurgia

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Usa o próprio seguro de saúde para ajudar aluno doente e é detida

Uma auxiliar educativa usou o seu seguro de saúde para ajudar aluno doente e sem possibilidades financeiras. A mulher acabou por ser acusada de fraude.