Trump quer criar canal televisivo para competir com CNN

O Presidente dos Estados Unidos defendeu na segunda-feira que o Governo deveria criar um novo canal internacional para competir com a estação televisiva CNN, que considera passar uma imagem «injusta e falsa» do país no mundo.

Trump quer criar canal televisivo para competir com CNN

Trump quer criar canal televisivo para competir com CNN

O Presidente dos Estados Unidos defendeu na segunda-feira que o Governo deveria criar um novo canal internacional para competir com a estação televisiva CNN, que considera passar uma imagem «injusta e falsa» do país no mundo.

«Embora a CNN não esteja a sair-se muito bem nos Estados Unidos em termos de audiências, fora (…) tem muito pouca concorrência. Em todo o mundo, a CNN tem uma voz poderosa que retrata os Estados Unidos de uma forma injusta e falsa», escreveu Donald Trump na sua conta da rede social Twitter.

«Alguma coisa deve ser feita, incluindo a hipótese de os Estados Unidos começarem o seu próprio canal mundial, para mostrar ao mundo que realmente somos GRANDES!», acrescentou.

LEIA MAIS: Presidente norte-americano confirma acordo com México sobre asilo de migrantes

O presidente eleito em 2016 defendeu esta ideia apesar de os Estados Unidos já possuírem um canal internacional financiado com fundos públicos, a Voz da América, que produz conteúdos para televisão, rádio e plataformas digitais em mais de 40 línguas, em dezenas de países de todo o mundo.

Com uma audiência semanal de 275,2 milhões de pessoas no ano passado, segundo dados oficiais, a Voz da América é a maior emissora internacional dos Estados Unidos, acima dos canais globais da CNN.

O início da Trump TV?

Donald Trump fez da CNN um dos alvos preferenciais dos seus frequentes ataques à comunicação social, e este mês confrontou-se em tribunal com a estação televisiva devido à retirada de acreditação a um jornalista seu correspondente na Casa Branca, Jim Acosta, que acabou por recuperar a sua credencial.

LEIA MAIS: Putin garante a Pence que não houve ingerência russa nas eleições norte-americanas

O chefe de Estado norte-americano dedica muito tempo a combater, com as suas mensagens via Twitter, a imprensa generalista que considera como sendo fake news.

Segundo informações veiculadas pela comunicação social, se tivesse perdido as eleições presidenciais de 2016, tencionava lançar o seu próprio canal televisivo, a ‘Trump TV’.

LEIA MAIS: Mais de 1.500 migrantes da América Central já chegaram à fronteira dos EUA

Impala Instagram


RELACIONADOS