Pedro Nuno Santos “sempre disponível” para prestar “todos os esclarecimentos”

O ex-ministro das Infraestruturas e da Habitação Pedro Nuno Santos afirmou hoje estar “sempre disponível para prestar todos os esclarecimentos que forem necessários” e fez um balanço da sua atividade governativa afirmando que foram “bons sete anos”.

Pedro Nuno Santos

Pedro Nuno Santos “sempre disponível” para prestar “todos os esclarecimentos”

O ex-ministro das Infraestruturas e da Habitação Pedro Nuno Santos afirmou hoje estar “sempre disponível para prestar todos os esclarecimentos que forem necessários” e fez um balanço da sua atividade governativa afirmando que foram “bons sete anos”.

Falando brevemente aos jornalistas após a cerimónia de tomada de posse dos novos ministros das Infraestruturas, João Galamba, da Habitação, Marina Gonçalves, e de seis secretários de Estado, Pedro Nuno Santos foi questionado se está disponível para prestar esclarecimentos. “Estou sempre disponível para prestar todos os esclarecimentos que forem necessários”, respondeu Pedro Nuno Santos. Perante a insistência dos jornalistas, o ex-ministro das Infraestruturas disse “foi um prazer”. “Agora deem-me descanso. Foram sete anos, foram bons sete anos, agora vou ter o meu descanso”, afirmou, juntando as mãos em frente ao peito.

O Presidente da República deu hoje posse aos novos ministros das Infraestruturas, João Galamba, e da Habitação, Marina Gonçalves, e a seis secretários de Estado, entre os quais o da pasta do Tesouro, Pedro Sousa Rodrigues. Além de Pedro Sousa Rodrigues, que substitui Alexandra Reis no Tesouro, Marcelo Rebelo de Sousa deu posse aos novos secretários de Estado da Energia e Clima, Ana Cláudia Gouveia, do Ambiente, Hugo Pires, das Infraestruturas, Frederico Francisco, da Habitação, Fernanda Rodrigues, e da Agricultura, Carla Alves Pereira.

António Costa abraça Pedro Nuno Santos

Segundo fonte do executivo, a mudança mais inesperada no Governo, a saída de Rui Martinho das funções de secretário de Estado da Agricultura, acontece por motivos de saúde. Os novos governantes tomaram posse numa breve cerimónia no Palácio de Belém, em Lisboa, que começou às 18:06 com a chegada à sala dos embaixadores do Presidente da República, do presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, e do primeiro-ministro, António Costa.

Terminou pouco depois, pelas 18:11, tendo estado presentes o ex-ministro Pedro Nuno Santos, o ex-secretário de Estado da Agricultura, Rui Martinho, e membros do atual executivo como os ministros do Ambiente, Duarte Cordeiro, Finanças, Fernando Medina, e Agricultura, Maria do Céu Antunes. Marcelo Rebelo de Sousa despediu-se de Pedro Nuno Santos com um aperto de mão prolongado, enquanto António Costa deu ao seu ex-ministro das Infraestruturas um abraço caloroso.

Impala Instagram


RELACIONADOS