Fillon e Mélenchon aproximam-se ainda mais de Le Pen e Macron nas presidenciais francesas

O candidato conservador às presidenciais, François Fillon, e o candidato da extrema-esquerda Jean-Luc Mélenchon aproximaram-se mais nas intenções de voto aos favoritos para a segunda volta, Marine Le Pen (extrema-direita) e Emmanuel Macron (centro).

Fillon e Mélenchon aproximam-se ainda mais de Le Pen e Macron nas presidenciais francesas

Fillon e Mélenchon aproximam-se ainda mais de Le Pen e Macron nas presidenciais francesas

O candidato conservador às presidenciais, François Fillon, e o candidato da extrema-esquerda Jean-Luc Mélenchon aproximaram-se mais nas intenções de voto aos favoritos para a segunda volta, Marine Le Pen (extrema-direita) e Emmanuel Macron (centro).

O candidato conservador às presidenciais francesas, François Fillon, e o candidato da extrema-esquerda Jean-Luc Mélenchon aproximaram-se ainda mais nas intenções de voto aos favoritos para a segunda volta, Marine Le Pen (extrema-direita) e Emmanuel Macron (centro).

Este é o cenário traçado pelo Instituto Opinion Way numa sondagem hoje publicada, segundo a qual se a primeira volta das eleições, que se realizam no próximo domingo, tivesse sido na segunda-feira, Le Pen teria obtido 22% dos votos, menos um ponto percentual que indicado na anterior sondagem, de dia 14. Macron também teria conquistado 22%, a mesma percentagem que o instituto de sondagens atribuiu ao ex-ministro da Economia na sexta-feira da semana passada.

De acordo com o instituto, Fillon melhoraria um ponto, e com 21% ‘pisa os calcanhares’ dos rivais. Mélenchon avança também um ponto até aos 18%, enquanto o socialista Benoît Macron retrocede um ponto até aos 8%.

Em relação à segunda volta, programada para 07 de março, se Macron e Le Pen a disputarem, o primeiro ganharia com 64% dos votos, o que significa mais dois pontos do que os previstos na sondagem de dia 14. A candidata da extrema-direita baixaria dois pontos, ficando com 36%. Na hipótese de Fillon passar à segunda volta com Le Pen, o líder conservador venceria com 60% (mais dois pontos), contra os 40% de Le Pen (menos dois pontos).

A sondagem foi realizada com base numa amostra de 2.168 pessoas inscritas nos cadernos eleitorais, a partir de um grupo representativo da população francesa, com mais de 18 anos, constituído através de um método de quotas que tem em conta o sexo, a idade, categoria profissional, zona de residência, entre outros fatores.

As entrevistas foram feitas com o sistema CAWI (Computer Assisted Web Interview) a 14, 15 e 16 de abril.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS