Estado Islâmico reivindicou tiroteio em Paris que matou um polícia e feriu dois

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou hoje à noite o tiroteio nos Campos Elísios, em Paris, em que morreu um agente policial e o autor dos disparos, enquanto dois polícias ficaram gravemente feridos.

Estado Islâmico reivindicou tiroteio em Paris que matou um polícia e feriu dois

Estado Islâmico reivindicou tiroteio em Paris que matou um polícia e feriu dois

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou hoje à noite o tiroteio nos Campos Elísios, em Paris, em que morreu um agente policial e o autor dos disparos, enquanto dois polícias ficaram gravemente feridos.

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou hoje à noite o tiroteio nos Campos Elísios, em Paris, em que morreu um agente policial e o autor dos disparos, enquanto dois polícias ficaram gravemente feridos. A reivindicação foi divulgada pelo órgão de propaganda do EI. Um homem matou hoje um polícia e feriu gravemente outros dois, a tiro, e foi depois abatido, nos Campos Elísios, no centro de Paris.

O ataque ocorreu pelas 21:00 locais, menos uma hora em Lisboa. O Presidente francês, François Hollande, confirmou que as pistas apontam para um caso de terrorismo.

“Estamos convencidos, as pistas que podem conduzir a investigação são de ordem terrorista”, afirmou o Presidente, numa declaração hoje à noite.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS