Autárquicas: Inês de Medeiros promete diálogo com todas as forças políticas

A vencedora das eleições para a Câmara de Almada, Inês de Medeiros (PS), reeleita na presidência do município, prometeu dialogar com os eleitos de todos os partidos, mas reconheceu que o diálogo poderá ser mais fácil com o PSD.

Autárquicas: Inês de Medeiros promete diálogo com todas as forças políticas

Autárquicas: Inês de Medeiros promete diálogo com todas as forças políticas

A vencedora das eleições para a Câmara de Almada, Inês de Medeiros (PS), reeleita na presidência do município, prometeu dialogar com os eleitos de todos os partidos, mas reconheceu que o diálogo poderá ser mais fácil com o PSD.

“Eu já disse que irei falar com todos. Nós fizemos de facto, estes quatro anos, trabalho com o PSD. E, portanto, a conversa será, talvez, mais simples, mas irei falar com todos, tal como anunciei há quatro anos, tal como anunciei no início da campanha e agora aqui reafirmo”, disse Inês de Medeiros.  A autarca almadense, que reforçou nas eleições autárquicas deste domingo a maioria conquistada há quatro anos à maioria CDU, assegurou que os vereadores do PS estão prontos para voltar ao trabalho com entusiasmo redobrado.

“Já estão todos a arregaçar as mangas e prontos para começar o trabalho, continuar o trabalho, algumas vezes, com o mesmo entusiasmo, agora até redobrado, confesso, conscientes de que estamos a ir pelo bom caminho”, disse. “Almada é uma terra extraordinária. Nós tínhamos dito há quatro anos que Almada pode. E Almada fez muito durante os quatro anos e pode fazer ainda mais. Tínhamos dito que Almada tinha que reencontrar a sua centralidade na Área Metropolitana de Lisboa [AML] e, de facto, hoje Almada é a terra do futuro da AML”, acrescentou.

No discurso de vitória, em que disse estar feliz pela confiança renovada dos almadenses, a reeleita presidente da Câmara de Almada assegurou que a partir de hoje, os eleitos do PS vão trabalhar em prol de todos os almadenses. Inês de Medeiros tinha como principal opositora a até agora presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, que estava impedida de se recandidatar na capital de distrito por já ter cumprido três mandatos consecutivos, mas que não foi capaz de impedir nova vitória socialista em Almada.

Impala Instagram


RELACIONADOS