Pai confessa ter obrigado filha a sufocar após simular desaparecimento

No início do mês correu pelo mundo a história de um pai que deu a filha como desaparecida após tê-la deixado de castigo, durante a madrugada. Afinal a história era mentira e a verdade é bem pior.

Pai confessa ter obrigado filha a sufocar após simular desaparecimento

Pai confessa ter obrigado filha a sufocar após simular desaparecimento

No início do mês correu pelo mundo a história de um pai que deu a filha como desaparecida após tê-la deixado de castigo, durante a madrugada. Afinal a história era mentira e a verdade é bem pior.

Uma criança de três anos foi dada como desaparecida no Texas, Estados Unidos, no início do mês, depois de o pai ter admitido que a colocou de castigo na rua, junto a uma árvore, às três da manhã. No depoimento que prestou às autoridades, pode ler-se que o homem deixou a filha de castigo no exterior da casa, de madrugada, porque a criança se recusou a beber um copo de leite. Na mesma versão, quando voltou à rua para a ir buscar, a criança já não estava lá.

LEIA DEPOIS
Saiba quais são os piores defeitos de cada signo

Pai homicida detido, aguarda julgamento sob custódia policial

Duas semanas depois do incidente, o corpo da menina foi encontrado a 500 metros da residência. Nessa altura, o pai contou uma história diferente. Confessou ter matado a própria filha. Segundo a polícia local, o homem admitiu que obrigou a filha a beber à força o copo de leite, que a viu a «começar a sufocar» e depois a morrer. «Eventualmente, não sentiu o pulso da criança e acreditou que ela estava morta», acabando por esconder o corpo e mentir às autoridades para não ser condenado por homicídio, explica o relatório da polícia, citado pela Time. Inicialmente, o homicida tinha sido acusado de abandono de menores. Agora, passa a ser ouvido por homicídio qualificado e, até ao julgamento, permanecerá sob custódia policial.

LEIA MAIS
Mãe mantém bebé morto vários meses em casa

Impala Instagram


RELACIONADOS