Nova polémica no caso Maddie

Nova polémica no caso do desaparecimento de Maddie McCann. Autoridades querem mais dinheiro para continuar buscas pela menina desaparecida em 2007.

Nova polémica no caso do desaparecimento de Maddie McCann. Os detetives da Operação Grange, que investiga o caso do desaparecimento da menina, querem continuar os trabalhos de busca apesar de já terem gasto mais de 13 milhões em 8 euros e de nunca terem apresentado qualquer suspeito.

A Sky News avança que a Scotland Yard voltou a pedir dinheiro para continuar a procurar Maddie McCann, desaparecida há 12 anos. O Ministério de Administração Interna pede agora mais cerca de 348 mil euros para continuar no caso. No final do ano passado, a defesa britânica contribui com mais 174 mil euros para que as investigações continuassem, depois de ter sido avançado pela imprensa do Reino Unido que as autoridades investigavam novas pistas.

Caso o financiamento seja mesmo realizado, as investigações ao desaparecimento de Maddie McCan acumulam mais de 13,5 milhões de euros desde o ano de 2010.

Maddie desapareceu em 2007

Maddie McCann desapareceu na praia do Luz, no Algarve, em 2007. A menina tinha 4 anos quando foi dada como desaparecida. Foi um dos casos mais mediáticos no mundo. Depois de três anos de investigações em Portugal, os pais da menina, Kate e Gerry McCan conseguiram convencer David Cameron, na altura primeiro-ministro, a transferir a investigação para o Reino Unido.

LEIA MAIS

Avós que cuidem dos netos vão ter direito a salário

ALERTA! Carnaval vai ser molhado, com vento e frio

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS