Mãe que se atirou ao rio e matou o filho condenada a 10 anos

Susana Pereira, a mãe que se atirou ao rio Cávado, em Barcelos, em Junho do ano passado com o filho, provocando a morte da criança, foi condenada por homicídio simples.

Mãe que se atirou ao rio e matou o filho condenada a 10 anos

Susana Pereira, a mãe que se atirou ao rio Cávado, em Barcelos, em Junho do ano passado com o filho, provocando a morte da criança, foi condenada por homicídio simples.

Susana Pereira, a mãe que se atirou ao rio Cávado, em Barcelos, em Junho do ano passado com o filho, provocando a morte da criança, foi condenada por homicídio simples. A pena vai ser cumprida numa unidade de saúde mental. Contudo, se o seu estado de saúde mudar, Susana poderá cumprir pena num estabelecimento prisional.

A mulher tinha sido acusada pelo Ministério Público (MP) de homicídio qualificado mas o tribunal acabou por desqualificar o crime, considerando-a inimputável, por estar com depressão à data dos factos. Desde então, está internada na Casa de Saúde do Bom Jesus, em Braga, vigiada por pulseira eletrónica.

A mãe que se atirou ao rio na ponte de Santa Eugénia, em Barcelos, para por termo à vida levou o filho mais velho com ela, Carlos, de seis anos

Susana Pereira dirigiu-se, a 17 de Junho de 2016, à ponte de Santa Eugénia, Barcelos, para por termo à vida e com ela levou o filho mais velho, Carlos, de seis anos. Atirou-se ao rio com a criança, mas acabou por ser resgatada. Já o pequeno Carlos, de seis anos, não sobreviveu.

O drama abalou a freguesia de Arcozelo, Barcelos, e o bairro onde vivia a família há já vários anos. Uma comunidade unida, onde todos se conhecem e onde o menino foi criado.

Segundo o tribunal a depressão que esteve na origem do ato cometido pela mãe do menino terá sido provocada pela forma agressiva como alegadamente o marido tratava o filho mais velho. Terá sido, por isso, que a mãe poupou a vida do mais novo, levando apenas o pequeno Carlos para a morte.

Texto: Cynthia Valente

Impala Instagram


RELACIONADOS