Lisboa com passe de transportes de 10 euros em abril

Os transportes da Área Metropolitana de Lisboa vão ter no mês de abril um passe com o preço de 10 euros, e validade de sete dias para assegurar o período transitório.

Lisboa com passe de transportes de 10 euros em abril

Lisboa com passe de transportes de 10 euros em abril

Os transportes da Área Metropolitana de Lisboa vão ter no mês de abril um passe com o preço de 10 euros, e validade de sete dias para assegurar o período transitório.

Os transportes da Área Metropolitana de Lisboa vão ter no mês de abril um passe com o preço de 10 euros e validade de sete dias para assegurar o período transitório da implementação do novo sistema tarifário metropolitano. De acordo com um comunicado assinado pelo primeiro secretário da Área Metropolitana de Lisboa, Carlos Humberto, será «aprovada a criação, durante o mês de abril e de forma transitória para os utilizadores com passe deslizante [de 30 dias] cujo termo decorra durante o mês de abril, de um passe com âmbito geográfico equivalente ao do passe do metropolitano».

Segundo o documento, o passe terá a validade de sete dias, «a vigorar após o termo do título deslizante e a comercializar a partir do dia 08 de abril de 2019 e até ao final desse mês».

Famílias podem poupar mais de 400 euros por mês

Com a chegada no novo sistema tarifário metropolitano, já se fizeram contas e famílias que viagem entre municípios podem mesmo poupar mais de 400 euros por mês. Imagine-se uma família de 3 pessoas [1 casal e 1 filho estudante de 20 anos] que viaje todos os dias entre Lisboa e Mafra, por exemplo. Com o passe antigo, a família gastava um total de 493 euros mensais, mas com a novo sistema fica a pagar um total de 80 euros, o que dá uma poupança de mais de 400 euros.

Já uma família igual [1 casal e 1 filho estudante de 20 anos] que viaje apenas dentro de Lisboa, consegue poupar um total de 28 euros. Se antes gastava aproximadamente 88 euros no total dos três passes, com a nova modalidade paga apenas 60 euros.

Governo e presidentes assinam hoje contratos para o passe único

O Governo e os presidentes dos municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML) assinam hoje na capital os contratos para a entrada em vigor, em abril, de um passe único nos 18 concelhos da AML, que custará no máximo 40 euros.

O passe único terminará com as centenas de títulos combinados que existem atualmente para a utilização dos transportes coletivos e vai ter apenas duas configurações: o Navegante Municipal custará 30 euros, permitindo viagens dentro de cada concelho, e o Navegante Metropolitano custará 40 euros, permitindo deslocações nos meios de transporte públicos em toda a área metropolitana.

Com o novo passe, as crianças podem viajar gratuitamente em toda a AML até ao último dia dos seus 12 anos, o que atualmente só acontecia no concelho de Lisboa. Serão mantidos os descontos para estudantes, reformados e carenciados. O novo passe, que poderá ser carregado a partir de 26 de março, é mensal (válido por um mês, a partir do seu primeiro dia).

LEIA MAIS

Francisco J. Marques ataca arbitragem do Moreirense-Benfica

Previsão do tempo para terça-feira, 19 de março

 

Impala Instagram


RELACIONADOS