Jovem de 22 anos morre depois de injetar tranquilizante de cavalo

PJ está a investigar.

Jovem de 22 anos morre depois de injetar tranquilizante de cavalo

Jovem de 22 anos morre depois de injetar tranquilizante de cavalo

PJ está a investigar.

Uma rapariga de 22 anos entrou em paragem cardiorrespiratória e acabou por morrer depois de, alegadamente, ter injetado um fármaco de uso para cavalos. Caso aconteceu em Tábua.

Tudo terá acontecido na manhã do passado domingo, em Vila do Mato. A jovem estaria a passar uns dias junto de uma comunidade nómada, onde a maioria das pessoas não era portuguesa, e que costuma passar alguns períodos do ano naquela zona. Já inconsciente, a rapariga foi levada até uma estada pelos colegas que pediram socorro.

Junto à jovem foram encontradas duas seringas. A Polícia Judiciária está a investigar o caso.

 

LEIA MAIS

Meteorologia: Previsão do tempo para quarta-feira, 2 de setembro

 

Impala Instagram


RELACIONADOS