Governo avança em julho com tarifa social de acesso à internet

O Governo vai avançar com a tarifa social de acesso à Internet em banda larga, que permitirá aos cidadãos aceder a nove serviços básicos, que deverá estar no terreno a partir de julho.

Governo avança em julho com tarifa social de acesso à internet

Governo avança em julho com tarifa social de acesso à internet

O Governo vai avançar com a tarifa social de acesso à Internet em banda larga, que permitirá aos cidadãos aceder a nove serviços básicos, que deverá estar no terreno a partir de julho.

O Governo vai avançar com a tarifa social de acesso à Internet em banda larga, que permitirá aos cidadãos aceder a nove serviços básicos, que deverá estar no terreno a partir de julho.

No final do Conselho de Ministros, o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, adiantou que esta tarifa deverá abranger a mesma população que já tem tarifa social da eletricidade e água, cerca de 700 mil famílias.

A fixação do valor a pagar pelo serviço será determinada depois de uma negociação com os operadores de telecomunicações, sendo que o ministro referiu que a expectativa do Governo “é um preço para as famílias nesta tarifa compatível com o seu nível de rendimentos”.

Objetivo é ter tarifa social da internet “até junho”

O ministro do Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Sisa Vieira, afirmou em fevereiro que espera que a tarifa social de Internet, que é dirigida a famílias carenciadas, esteja disponível “até junho” deste ano.

Pedro Siza Vieira falou em audição regimental do Ministério da Economia, na comissão parlamentar de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação.

“O nosso objetivo é tê-la [tarifa social de Internet] até junho”, afirmou o governante, sublinhando que esta medida é “dirigida a famílias carenciadas”, que já beneficiam da tarifa social de eletricidade.

No âmbito desta medida, as famílias podem “beneficiar de ligações de Internet a preço reduzido”, sublinhou Siza Vieira.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS