Tempestades Elsa e Fabien custam 18,2 milhões às seguradoras

A Associação Portuguesa de Seguradores (APS) estimou hoje em 18,2 milhões de euros os custos resultantes da participação de 10 mil sinistros devido ao mau tempo no final de dezembro.

Tempestades Elsa e Fabien custam 18,2 milhões às seguradoras

Tempestades Elsa e Fabien custam 18,2 milhões às seguradoras

A Associação Portuguesa de Seguradores (APS) estimou hoje em 18,2 milhões de euros os custos resultantes da participação de 10 mil sinistros devido ao mau tempo no final de dezembro.

A Associação Portuguesa de Seguradores (APS) estimou hoje em 18,2 milhões de euros os custos resultantes da participação de 10 mil sinistros devido ao mau tempo no final de dezembro. Segundo o inquérito feito pela APS junto das suas associadas, os dados provisórios até 31 de dezembro apontam a participação de quase 10 mil sinistros cobertos por seguros num “valor agregado de danos (pagos e provisionados) superior a 18 milhões de euros”.

Cerca de 90% dos custos respeitam a seguros de habitações e seguros de atividades comerciais e industriais, acrescentou.

Estes dados são ainda provisórios e a APS irá atualizar a informação para obter dados finais.

O mau tempo provocado pela tempestade Elsa, entre 18 e 20 de dezembro, a que se juntou no dia 21 a depressão Fabien, fez três mortos e deixou mais de 100 pessoas desalojadas.

Provocou ainda danos em habitações, linhas de comboio, vias rodoviárias e na rede elétrica

 LEIA MAIS Meteorologia: O tempo para sábado, 4 de janeiro

 

Impala Instagram


RELACIONADOS