Fernando Medina lamenta não poder contar com Sérgio Figueiredo

O ministro das Finanças, Fernando Medina, lamentou “não poder contar com o valioso contributo de Sérgio Figueiredo ao serviço do interesse público”, após a renúncia do antigo diretor de informação da TVI ao cargo de consultor do ministro.

Fernando Medina lamenta não poder contar com Sérgio Figueiredo

Fernando Medina lamenta não poder contar com Sérgio Figueiredo

O ministro das Finanças, Fernando Medina, lamentou “não poder contar com o valioso contributo de Sérgio Figueiredo ao serviço do interesse público”, após a renúncia do antigo diretor de informação da TVI ao cargo de consultor do ministro.

O ministro das Finanças, Fernando Medina, lamentou “não poder contar com o valioso contributo de Sérgio Figueiredo ao serviço do interesse público”, após a renúncia do antigo diretor de informação da TVI ao cargo de consultor do ministro. “Lamento profundamente a decisão anunciada por Sérgio Figueiredo, mas compreendo muito bem as razões que a motivaram”, começou por afirmar Fernando Medina, em comunicado enviado às redações, sobre a decisão de Sérgio Figueiredo de não prestar os serviços de consultoria para o gabinete do ministro das Finanças.

Medina lamenta “não poder contar com o valioso contributo” de Sérgio Figueiredo

O comunicado termina com o ministro a lamentar “não poder contar com o valioso contributo de Sérgio Figueiredo ao serviço do interesse público”. Segundo informações do Ministério das Finanças, o ex-jornalista faria a avaliação e monitorização do impacto das políticas públicas e também o aconselhamento na tomada de decisões da equipa do ministério.

IRS Jovem chega a 37.558 contribuintes e dá benefício médio de 380 euros
Mais de 37.500 contribuintes acederam ao IRS Jovem este ano, abrangendo 506 milhões de euros de rendimentos do trabalho, uma média de 380 euros de benefício por cada jovem abrangido, avançou hoje o Ministério das Finanças. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS