Loja ‘online’ da Huawei Portugal regista receitas de “mais de um milhão de euros”

O diretor da unidade de consumo da Europa da Huawei disse à Lusa que as receitas da loja ‘online’ em Portugal, lançada em abril, registam “mais de um milhão de euros” e que o 5G irá impulsionar as vendas.

Loja 'online' da Huawei Portugal regista receitas de

Loja ‘online’ da Huawei Portugal regista receitas de “mais de um milhão de euros”

O diretor da unidade de consumo da Europa da Huawei disse à Lusa que as receitas da loja ‘online’ em Portugal, lançada em abril, registam “mais de um milhão de euros” e que o 5G irá impulsionar as vendas.

Lançada em abril deste ano, William adiantou que a loja ‘online’ da Huawei em Portugal “está a crescer rapidamente”. As vendas, disse o diretor europeu da área de consumo da tecnológica, registam “mais de um milhão de euros de receitas” desde a sua abertura. No quarto trimestre, “prevemos um milhão [de euros] também”, acrescentou William. A loja ‘online’ conta com perto de 20 mil pessoas registadas.

“Estão disponíveis todas as categorias de produtos e acessórios” na loja ‘online’, sendo que a maior categoria de vendas refere-se a computadores e dispositivos conectáveis ‘wearables’ de áudio.

Portugal é um “importante mercado para Huawei, nos últimos anos” e os consumidores portugueses têm sido “pioneiros” na Europa ocidental no que respeita à adesão de novos produtos da marca chinesa, “com um histórico” em termos de quota de mercado. “Atualmente temos mais de três milhões [de pessoas em Portugal] a usar telemóveis Huawei e outros dispositivos”, adiantou William.

No entanto, nos últimos dois anos as vendas de ‘smartphones’ da marca registaram um decréscimo, devido às restrições impostas pelos Estados Unidos.

“Nos últimas dois anos o nosso fornecimento de ‘smartphones’ sofreu restrições”, o que resultou na perda de liderança no mercado português. “Mas não é porque os consumidores portugueses não gostam da marca”, pelo contrário, “adoram [a Huawei] porque sempre trouxemos a última tecnologia, a qualidade dos produtos”, argumentou o diretor da unidade de consumo da Europa da tecnológica.

“Portugal é muito importante para a Huawei porque é sempre pioneiro em explorar novas coisas, no lançamento de produtos”, reiterou.

Na área do áudio, em termos homólogos até à data, as vendas cresceram “150%” e nos ‘wearables’ como relógios inteligentes o crescimento “é de 25%”, o que é “um resultado promissor”, apontou. Na área dos ‘smartphones’, a Huawei vai lançar um novo telemóvel inteligente no final de outubro, com o qual espera crescer as vendas nesta área.

Arranque do 5G pode impulsionar vendas

“Também estamos a lançar monitores no mercado”, acrescentou. Questionado se o arranque do 5G, que tarda em Portugal, poderá impulsionar as vendas da Huawei no mercado, o responsável foi perentório: “Definitivamente”. O 5G “é uma tecnologia muito importante e a Huawei é líder no fornecimento” da mesma, tendo sido “a primeira marca no mercado português a lançar um ‘smartphone'” e quinta geração em 2018, disse o responsável.

“Vamos continuar a trabalhar nesta tecnologia, não só em ‘smartphones'”, mas também em outros dispositivos conectáveis, referiu. Relativamente ao reforço de colaboradores em Portugal, a Huawei pretende contratar mais pessoas na área comercial.

“Até ao momento, desde o início do ano, a equipa já cresceu 50%” e “vai duplicar” até final de dezembro, acrescentou. A Huawei Portugal tem como objetivo “voltar à liderança” e apesar de “ainda estar a atravessar momentos complicados”, nomeadamente nos ‘smartphones’, “estamos contentes de ver outras categorias como o áudio, computadores, ‘wearables'” a registar crescimentos. Para os próximos seis meses, disse, a meta é “lançar novos produtos de forma bem sucedida, continuar a trazer novos produtos” e aproveitar o período de Natal para incrementar as vendas.

“O Natal está a chegar e estamos a trabalhar muito para fornecer todos os produtos para este período”, referiu William.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS