Google “dececionada” com decisão do Tribunal da UE no caso Android

A ‘gigante’ americana Google afirmou-se “dececionada” com a decisão da justiça europeia que hoje validou uma multa recorde de Bruxelas por abuso de posição dominante do seu sistema Android.

Google

Google “dececionada” com decisão do Tribunal da UE no caso Android

A ‘gigante’ americana Google afirmou-se “dececionada” com a decisão da justiça europeia que hoje validou uma multa recorde de Bruxelas por abuso de posição dominante do seu sistema Android.

“Estamos desapontados por o tribunal (Geral da União Europeia) não ter anulado a decisão na sua totalidade. O Android gerou mais opções de escolha para todos (…) e apoia milhares de empresas na Europa e em todo o mundo”, refere a Google em comunicado. O Tribunal Geral da União Europeia deu hoje provimento parcial ao recurso da Google contra a Comissão Europeia e reduziu a multa que Bruxelas impôs em 2018 por práticas restritivas à concorrência para 4.125 milhões de euros.

A multa inicial era de 4.343 milhões de euros, tendo a Comissão considerado que a Google aplicou restrições ilegais aos fabricantes de dispositivos que usam o seu sistema Android, de forma a reforçar a sua posição dominante. A sentença ainda pode ser alvo de recurso para uma instância superior, neste caso o Tribunal de Justiça da União Europeia.

Impala Instagram


RELACIONADOS