EDP propõe manutenção do dividendo em 19 cêntimos por ação

O Conselho de Administração Executivo vai propor à assembleia-geral de acionistas a distribuição de um dividendo relativo ao exercício de 2020 de 19 cêntimos por ação, em linha com os últimos anos, foi hoje comunicado ao mercado.

EDP propõe manutenção do dividendo em 19 cêntimos por ação

EDP propõe manutenção do dividendo em 19 cêntimos por ação

O Conselho de Administração Executivo vai propor à assembleia-geral de acionistas a distribuição de um dividendo relativo ao exercício de 2020 de 19 cêntimos por ação, em linha com os últimos anos, foi hoje comunicado ao mercado.

O Conselho de Administração Executivo vai propor à assembleia-geral de acionistas a distribuição de um dividendo relativo ao exercício de 2020 de 19 cêntimos por ação, em linha com os últimos anos, foi hoje comunicado ao mercado.

A manutenção da remuneração dos acionistas era um dos objetivos do plano estratégico apresentado em março de 2019, a par com a redução da dívida do grupo e o regresso dos lucros ao patamar dos 1.000 milhões de euros em 2022.

Na quinta-feira, a EDP apresenta aos investidores a atualização do plano estratégico para os próximos cinco anos, um mês depois de Miguel Stilwell de Andrade ter assumido a liderança do grupo energético, que deverá manter o foco no investimento nas renováveis.

A EDP informou hoje que os lucros subiram 56% para 801 milhões de euros em 2020.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o grupo liderado por Miguel Stilwell de Andrade referiu que, por sua vez, o resultado líquido recorrente “subiu 6%, em 2020, para 901 milhões de euros, suportado pelo crescimento da atividade de produção de energia renovável, que registou um aumento de 7% face a 2019, para os 47,3 TWh [terawatt-hora] de produção eólica, hídrica e solar”.

O EBITDA do grupo (resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu, no mesmo período, 3.950 milhões de euros, um aumento de 6% em relação a 2019.

Em dezembro do ano passado, “a dívida líquida da empresa totalizava 12,2 mil milhões de euros, representando uma redução de 11% face a dezembro de 2019”, o que se traduziu numa redução de 1,6 mil milhões de euros.

A assembleia-geral de acionistas da EDP está prevista para 16 de abril.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS