Covid-19: Risco de coagulação sanguínea não é maior em pessoas vacinadas

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) afirmou hoje que não existem provas, até ao momento, de um aumento de risco de coagulação sanguínea em pessoas vacinadas contra a covid-19

Covid-19: Risco de coagulação sanguínea não é maior em pessoas vacinadas

Covid-19: Risco de coagulação sanguínea não é maior em pessoas vacinadas

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) afirmou hoje que não existem provas, até ao momento, de um aumento de risco de coagulação sanguínea em pessoas vacinadas contra a covid-19

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) afirmou hoje que não existem provas, até ao momento, de um aumento de risco de coagulação sanguínea em pessoas vacinadas contra a covid-19.

“As informações disponíveis até ao momento indicam que o número de tromboembolias em pessoas vacinadas não é superior ao observado em toda a população”, referiu a EMA numa nota enviada à agência noticiosa France-Presse.

A Áustria anunciou no domingo ter interrompido a administração de um lote de vacinas produzidas pelo laboratório anglo-sueco após a morte de uma enfermeira de 49 anos que sucumbiu a “sérios problemas de coagulação” poucos dias depois de ter recebido a vacina.

Quatro outros países europeus, Estónia, Lituânia, Letónia e Luxemburgo, suspenderam depois a vacinação com doses provenientes do mesmo lote, entregue em 17 países e que incluía um milhão de vacinas.

Dinamarca, Islândia e Noruega também anunciaram hoje a suspensão do uso da vacina AstraZeneca, apesar de, na quarta-feira, um inquérito preliminar da EMA sublinhar que não existia qualquer relação entre a vacina da AstraZeneca e a morte ocorrida na Áustria.

LEIA AINDA
Pedófilo condenado por mais de dois mil crimes sexuais
Dois anos de prisão para mãe que tinha relações sexuais com as filhas ao lado
Alguns destes episódios aconteceram quando a menina mais nova ia para juntos dos pais e ficava deitada num colchão ao lado deles. (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS