Filha de homicida já tinha alertado polícia para violência doméstica

Filha de homicida já tinha alertado polícia para violência doméstica

Um homem matou com várias facadas a mulher na residência de ambos, na Azambuja. Segundo o que o Portal Impala conseguiu apurar, o homem quase degolou a sua companheira.

Um homem de 42 anos matou a mulher à facada, na noite de sexta-feira, 7 de Dezembro, na residência do casal, na Azambuja. A polícia já teria sido alertada pela filha do violência que existia em casa.

O homicida terá morto à facada a sua companheira após uma discussão à hora de jantar. Depois da morte, o homem mudou de roupa e foi a casa dos familiares, onde acabou por confessar o crime.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) foi então chamada à residência do casal onde, segundo fonte do Portal Impala, encontrou a mulher quase degolada e com múltiplas facadas no corpo.

Polícia minimizou pedido de ajuda

A mesma fonte refere que a filha mais velha do casal, com 11 anos, já tinha pedido ajuda à GNR no passado. As autoridades entenderam, na altura, que o pedido não era de valorizar e acabaram por minimizar o que, alegadamente, se passava na moradia do casal.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para domingo, 9 de dezembro de 2018

Sobre a vítima, a fonte refere que era «uma rapariga muito sossegada». Também a polícia judiciária já esteve no local do crime.

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Filha de homicida já tinha alertado polícia para violência doméstica

Um homem matou com várias facadas a mulher na residência de ambos, na Azambuja. Segundo o que o Portal Impala conseguiu apurar, o homem quase degolou a sua companheira.