Suspeito da morte de Maddie andou à pancada com a polícia portuguesa em 2005

Numa noite, em 2005, envolveu-se numa luta com agentes da PSP e acabou detido e condenado a uma multa de 300 euros.

Suspeito da morte de Maddie andou à pancada com a polícia portuguesa em 2005

Suspeito da morte de Maddie andou à pancada com a polícia portuguesa em 2005

Numa noite, em 2005, envolveu-se numa luta com agentes da PSP e acabou detido e condenado a uma multa de 300 euros.

Christian Brueckner, que viveu em Portugal, no Algarve, entre 1995 e 2007 trabalhou como empregado de mesa em vários bares e restaurantes de Lagos. Numa noite, em 2005, envolve-se numa luta com agentes da PSP e acabou detido e condenado a uma multa de 300 euros. Conhecido das autoridades portuguesas por ser problemático, em abril de 2006 furtou gasóleo de barcos na marina. Pagou 2060 euros de multa.

Depois, fugiu para a Alemanha e voltou ao Algarve algumas vezes.

LEIA MAIS Pai de Valentina tenta suicidar-se na prisão

O cidadão alemão Christian B., de 43 anos, está detido na Alemanha, por abuso sexual de menores, entre outros crimes e, segundo a polícia britânica e alemã, é suspeito de envolvimento no desaparecimento de Madeleine McCann, no Algarve, em 2007.

O homem terá vivido no Algarve entre 1995 e 2007 e registos telefónicos colocam-no na área da Praia da Luz no dia em a criança inglesa desapareceu.

Autoridades acreditam que menina está morta

O Ministério Público de Braunschweig, na Alemanha, assumiu que Maddie está morta. Madeleine McCann desapareceu poucos dias antes de fazer quatro anos, a 03 de maio de 2007, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz e o seu desaparecimento tornou-se um caso mediático à escala global.

A polícia britânica começou por formar uma equipa em 2011 para rever toda a informação disponível, abrindo um inquérito formal no ano seguinte, tendo até agora gasto perto de 12 milhões de libras (14 milhões de euros).
A Polícia Judiciária (PJ) reabriu a investigação em 2013, depois de o caso ter sido arquivado pela Procuradoria Geral da República em 2008, ilibando os três arguidos, os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, e um outro britânico, Robert Murat.

 

 Leia a a sua revista sem sair de casa

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 – Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

Impala Instagram


RELACIONADOS