Se Europa apostasse na transição energética já não financiava Rússia

O primeiro-ministro, António Costa, considerou hoje que, se os outros países da Europa tivessem apostado na transição energética, como fez Portugal, “não continuariam a financiar o senhor Putin”, com a compra de gás russo.

Se Europa apostasse na transição energética já não financiava Rússia

Se Europa apostasse na transição energética já não financiava Rússia

O primeiro-ministro, António Costa, considerou hoje que, se os outros países da Europa tivessem apostado na transição energética, como fez Portugal, “não continuariam a financiar o senhor Putin”, com a compra de gás russo.

“Tivéssemos os outros países da União Europeia feito a aposta que nós fizemos [apostar na transição energética] e, seguramente, não continuariam a financiar o senhor Putin, continuando a adquirir gás da Rússia para satisfazer as suas próprias necessidades”, afirmou.

Para ler também
Kiev acusa Rússia de atacar 17.300 alvos civis e 300 alvos militares
O vice-ministro do Interior ucraniano, Yevhen Yenin, acusou hoje a Rússia de atacar mais de 17.300 alvos civis contra apenas 300 alvos militares em quase cinco meses de invasão russa da Ucrânia (… continue a ler aqui)

António Costa, que discursava na inauguração da Central Solar Flutuante de Alqueva, junto ao paredão da barragem alentejana, defendeu que “a trágica conjuntura tornou mais clara a vantagem” da aposta estratégica nas energias renováveis feita por Portugal.

Impala Instagram


RELACIONADOS