Polícia descobre cave oculta e ilegal no terreno do homem suspeito de raptar Maddie

Brueckner viveu escondido no terreno que tinha um barracão, com uma cave oculta. O suspeito viveu ali após o desaparecimento de Maddie, em maio de 2007.

Polícia descobre cave oculta e ilegal no terreno do homem suspeito de raptar Maddie

Polícia descobre cave oculta e ilegal no terreno do homem suspeito de raptar Maddie

Brueckner viveu escondido no terreno que tinha um barracão, com uma cave oculta. O suspeito viveu ali após o desaparecimento de Maddie, em maio de 2007.

A polícia alemã está a realizar buscas num terreno perto da cidade de Hannover, na Alemanha, junto a uma casa onde Christian Brueckner morou. Segundo o Hannoversche Allgemeine Zeitung (HHAZ), trata-se de uma operação relacionada com o desaparecimento de Maddie McCann.

Segundo o Daily Mail, que cita um vizinho do alemão, Brueckner viveu escondido no terreno que tinha um barracão, com uma cave oculta. O suspeito viveu ali após o desaparecimento de Maddie, em maio de 2007.

O vizinho, um homem de 63 anos, avança que o barracão foi demolido em 2008.

“Lembrei-me dele ao ver a fotografia nas notícias. Lembro-me da carrinha dele e que tinha cães. Tinha o terreno ao lado do meu, mudou-se em 2007 e foi-se embora ao fim de um ano. Disse-me que estava a viver ‘fora dos radares’, que não se tinha registado e que ninguém sabia que ele estava ali. Apesar de ser um terreno para horta, nunca o vi a tratar de jardinagem nenhuma. Só se sentava a beber cerveja. Na altura havia uma estrutura de madeira, só com uma divisão, mas onde havia uma cozinha montada”, revela o homem.

O barracão escondia uma cave, também ilegal.

“Não era uma casa, era mesmo uma barraca. Mas eu sei que havia uma cave ali escondida pelo que, quando o edifício foi demolido, as fundações devem ter ficado”, continua.

 

O caso registou novos desenvolvimentos desde o início de junho, com a identificação deste novo suspeito, Christian B., um pedófilo alemão anteriormente condenado por violação de uma idosa em Portugal e atualmente a cumprir prisão na Alemanha.

Os investigadores alemães estão convictos de que Madeleine McCann, que tinha três anos na altura do seu desaparecimento em Portugal, em 2007, está morta.

Texto: Marta Amorim

Impala Instagram


RELACIONADOS