Morreu Larama, o polémico concorrente de A Quinta

Larama saltou para a ribalta em Portugal em 2016, ao participar no reality show “A Quinta” com vários famosos. Em Angola, já era uma celebridade após ter-se sagrado vencedor do “Big Brother”, em 2014.

Morreu Larama, o polémico concorrente de A Quinta

Morreu Larama, o polémico concorrente de A Quinta

Larama saltou para a ribalta em Portugal em 2016, ao participar no reality show “A Quinta” com vários famosos. Em Angola, já era uma celebridade após ter-se sagrado vencedor do “Big Brother”, em 2014.

Larama, um dos mais controversos concorrentes do reality show “A Quinta”, da TVI, morreu esta segunda-feira, 16 de novembro. A notícia está a ser avançada por vários órgãos de comunicação social angolanos.

As causas da morte de Larama ainda não foram reveladas. Segundo o Ango Portal, o angolano terá morrido devido a uma doença, após um primo ter revelado que este sofria de “dores no estómago”. “Porém, não se dirigiu ao hospital e nesta segunda-feira foi encontrado sem vida em casa pelo primo”, escreve a mesma publicação

Larama saltou para a ribalta em Portugal em 2016, ao participar no reality show “A Quinta” com vários famosos. Em Angola, já era uma celebridade após ter-se sagrado vencedor do “Big Brother”, em 2014.

Larama esteve preso duas vezes

Quando deixou Portugal, Larama regressou a Angola, mas as polémicas continuaram. Em 2018, foi preso, devido a uma multa por “crimes de danos com culpa grave” que não pagou, avançou a imprensa angolana na época.

“Por volta das 18 horas e 30 minutos do dia 14 fevereiro do corrente do ano, foi internado no estabelecimento penitenciário masculino de Viana. Na condição de condenado, o cidadão Luis Larama da Gama Andrade, após apresentação de Mandado de condução a cadeia, emitido pelo tribunal Municipal de Viana”, confirmou em comunicado a Imprensa dos Serviços Penitenciário.

Quando esteve n’”A Quinta”, Larama também terá confessado problemas com a Justiça no passado. Contou aos colegas que tinha estado preso, mas nunca revelou o motivo. Sites angolanos avançaram que tinha sido por consumo excessivo de álcool.

 

Texto: Inês Borges e Patrícia Correia Branco; Fotos: D.R.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS