Escola no Porto questiona alunos do 5º ano sobre orientação sexual

Escola no Porto questiona alunos do 5º ano sobre orientação sexual

O Ministério da Educação pediu a uma escola do Porto esclarecimentos sobre um inquérito em que alunos do 5.º ano são questionados sobre a opção sexual, concretamente se se sentem «atraídos por homens, mulher ou ambos».

A informação foi adiantada à Lusa por fonte oficial do ME, depois de questionada sobre a “ficha sociodemográfica” distribuída no âmbito da disciplina “Cidadania” a pelo menos a uma turma de estudantes de 9 e 10 anos da escola básica (EB) Francisco Torrinha, segundo informações divulgadas nas redes sociais e confirmadas junto de encarregados de educação.

LEIA MAIS: Medo do insucesso escolar leva cada vez mais alunos a perturbações nervosas

“O Ministério da Educação não conhecia o inquérito em questão. Sabe-se, para já, que é um caso isolado. O ME está a apurar informação junto do estabelecimento escolar em causa”, lê-se na resposta da tutela.

Contactada pela Lusa, a Associação de Pais indicou a intenção de realizar uma reunião com a coordenação da escola para clarificar o caso, não pretendendo, antes disso, fazer declarações sobre o assunto.

A Lusa tentou também, sem sucesso, obter uma reação da coordenação da Escola Francisco Torrinha e da sede do agrupamento, a Escola Garcia de Orta

De acordo com um encarregado de educação ouvido pela Lusa, numa reunião de pais dos alunos do 5.º ano os responsáveis pelos alunos “foram avisados da existência” da disciplina “Cidadania”, no âmbito da qual “se abordariam temas como as relações interpessoais e violência no namoro”.

Os encarregados de educação receberam um papel em casa para autorizar a participação dos seus filhos nesta disciplina, mas não esperavam que fossem colocadas questões como estas, acrescentou o mesmo encarregado de educação.

VEJA AINDA: Menino de 9 anos suicida-se após assumir-se como homossexual na escola e sofrer de bullying

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Escola no Porto questiona alunos do 5º ano sobre orientação sexual

O Ministério da Educação pediu a uma escola do Porto esclarecimentos sobre um inquérito em que alunos do 5.º ano são questionados sobre a opção sexual, concretamente se se sentem «atraídos por homens, mulher ou ambos».