Depressão Lola causa 16 ocorrências nos Açores e fecha avenida em São Miguel

A depressão Lola já provocou hoje 16 ocorrências nos Açores, sendo seis em São Miguel, seis na Terceira, duas em São Jorge e duas no Faial, e levou ao encerramento da Avenida do Mar, em Ponta Delgada.

Depressão Lola causa 16 ocorrências nos Açores e fecha avenida em São Miguel

Depressão Lola causa 16 ocorrências nos Açores e fecha avenida em São Miguel

A depressão Lola já provocou hoje 16 ocorrências nos Açores, sendo seis em São Miguel, seis na Terceira, duas em São Jorge e duas no Faial, e levou ao encerramento da Avenida do Mar, em Ponta Delgada.

A depressão Lola já provocou hoje 16 ocorrências nos Açores, sendo seis em São Miguel, seis na Terceira, duas em São Jorge e duas no Faial, e levou ao encerramento da Avenida do Mar, em Ponta Delgada.

Em comunicado, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) esclarece que, até ao momento, “as ocorrências estão relacionadas, sobretudo, com queda de árvores e queda/danos de estruturas [como postes, cabos, candeeiros e telhas que se soltaram]”.

Na nota é também referido que os dois troços da Avenida do Mar, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, estão “fechados à circulação devido à forte agitação marítima que se faz sentir naquela zona”.

Não houve registo de danos humanos, mas, também em Ponta Delgada, a queda de uma árvore causou estragos no telhado de uma habitação e numa viatura, é acrescentado.

As autoridades adiantam que essa situação “não implicou necessidade de realojamento dos habitantes”.

Neste momento, “a maior parte das ocorrências encontra-se resolvida”, acrescenta o SRPCBA.

Nos locais das ocorrências estiveram meios dos “bombeiros, da Direção Regional das Obras Públicas e Transportes Terrestres, Serviços Municipais de Proteção Civil e a Polícia de Segurança Pública (PSP), sob coordenação do SRPCBA”.

A Proteção Civil “aconselha a população a continuar a adotar as medidas de autoproteção”.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu um aviso amarelo devido a agitação marítima para o grupo ocidental, Flores e Corvo, que vigora até às 12:00 (hora local, 13:00 em Lisboa) de sexta-feira.

Para o grupo oriental, São Miguel e Santa Maria, está vigente um aviso amarelo devido ao vento que termina às 12:00 de sexta-feira, mas o aviso para a agitação marítima, com ondas de oeste, passando a noroeste, de seis a sete metros, estende-se até às 10:00 de sábado.

O grupo central dos Açores (Faial, Pico, São Jorge, Terceira e Pico) é o mais afetado pela depressão Lola.

Aquelas cinco ilhas estão em aviso laranja devido ao vento até às 00:00 de sexta-feira.

A partir dessa hora, vigoram dois avisos amarelos, um por causa do vento e outro devido à agitação marítima, que terminam às 10:00 de sábado.

O aviso amarelo é o segundo menos grave de uma escala de quatro e é emitido quando o estado do tempo representa uma “situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Segue-se o aviso laranja, que é decretado em caso de “situação meteorológica de risco moderado a elevado”.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS