Ministro alemão alerta para repercussões sociais da covid longa

O ministro alemão da Saúde, Karl Lauterbach, alertou para as repercussões que a chamada síndrome pós-covid 19 terá para a sociedade e para o mercado de trabalho, assim como para o sistema de saúde na Alemanha.

Ministro alemão alerta para repercussões sociais da covid longa

Ministro alemão alerta para repercussões sociais da covid longa

O ministro alemão da Saúde, Karl Lauterbach, alertou para as repercussões que a chamada síndrome pós-covid 19 terá para a sociedade e para o mercado de trabalho, assim como para o sistema de saúde na Alemanha.

“Não temos capacidade para tratar os muitos casos que haverá. Não temos médicos especialistas suficientes, não temos capacidades terapêuticas suficientes e ainda não existem medicamentos adequados”, disse Lauterbach em entrevista ao semanário Die Zeit. Os problemas relacionados com a covid longa, segundo Lauterbach, são muitas vezes subestimados e as suas repercussões não só afetam quem a sofre e o sistema de saúde, como também podem afetar o mercado de trabalho. “É algo relevante também para o mercado de trabalho porque muitos, infelizmente, não terão a mesma capacidade de trabalho novamente”, apontou.

Incidência assusta e deverá ser pior

Lauterbach expressou a sua esperança de que em breve haja uma vacina que atinja especificamente as várias variantes recentes. “Esperamos que protejam não só contra um desenvolvimento grave da doença, mas também contra a infeção e, portanto, também contra a covid longa”, explicou. A Alemanha vive o que tem sido chamado de onda de verão com alto nível de infeções, embora não tenha repercussões claras na hospitalização e haja preocupações sobre o que pode acontecer no outono e no inverno. Lauterbach pediu repetidamente que fossem criadas as condições legais para que algumas restrições pudessem ser reintroduzidas no outono.

A incidência semanal, de acordo com os últimos dados do Instituto Robert Koch (RKI) para virologia, é de 672,9 infeções por 100 mil habitantes, na Alemanha. No entanto, considera-se que a incidência real deve ser maior, pois muitos dos casos deixam de ser diagnosticados por PCR e ficam de fora das estatísticas. Desde o início da pandemia houve 29.022.265 infeções confirmadas na Alemanha e 141.862 pessoas morreram por causas relacionadas com a doença.

Cientistas usam leite materno para curar doente com covid longa
A chamada covid longa acontece quando os sintomas da doença se prolongam durante várias semanas ou até meses. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS